Barbear clássico com navalha

Um básico passo a passo e o que me motiva nessa arte tão antiga.

Por que optar em fazer a barba com um pincel, sabão ou creme e uma navalha ao invés de usar o atual Mach3 e sua espuma enlatada? Só passar na cara a espuma e depois passar rápido o Mach3 e pronto? De primeiro momento vou descrever o que seria o prazer de fazer a barba da forma que nossos avôs faziam e depois me diga se não é muito mais interessante.

Você toma aquele banho ou umedece seu rosto algumas vezes, deixando nesse tempo seu pincel em um pote com água para que ele fique macio o suficiente para acariciar sua pele enquanto faz a espuma, passa sua navalha no strop para assentar o fio e deixá-lo afiado, a ponto de cortar um cabelo sem nem encostar-se nele direito. Após esses minutos no preparo do seu barbear, você tira o pincel do pote com água retirando o excesso de água dele, em movimentos circulares dá diversas voltas no sabão para carregá-lo, depois o encosta no rosto com suas cerdas macias massageando sua pele em movimento circulares e não circulares, jogando umas gotas de água para hidratar a espuma até ela se formar com qualidade, e consiga te dar o deslize e hidratação que proporcionará um barbear bem suave.

Após a espuma ter se formado, pegue a navalha,  que se for pensar é a lamina mais afiada que você vai pegar em sua vida, com uma das mãos, estique a pele para que quando for passá-la a pele não enrugue ou dobre, segure a navalha com firmeza e dando passadas curtas sinta que dominou a fera e só escute o barulho gostoso que a navalha faz ao cortar todos os pelos que entram em seu caminho, após limpar a bochecha passa para a região do pescoço onde há uma atenção maior, mas com jeito se faz a limpeza da área novamente, após a primeira passada passar um pouco de água em todo rosto somente para umedecer, pegue novamente o pincel e massageie a pele novamente deixando um bela camada de espuma para a segunda passada, que para mim seria no contra pelo, agora, começando do pescoço subindo devagar a navalha até a bochecha sentindo a navalha cortando os pelos que tentaram fugir da primeira passada, só que dessa vez sucumbiram ao seu corte e com isso proporcionando novamente um barulho extasiante, ao término dessa segunda passada você umedece o rosto novamente e sente ainda uns pontos de pelos que nascem em outro sentido, passa novamente o pincel no rosto e deixa mais uma bela camada de espuma nele, alguns preferem passar a navalha da direita para a esquerda como também da esquerda para direita, o que fica a critério de cada um.

No fim dessa terceira passada lave o rosto com a água gelada sentindo uma sensação muito boa de frescor, seque bem o rosto com a toalha e então já é a hora de passar a loção pós barba(after shave), faça um pequena poça de loção na palma da mão depois distribua para as duas mãos em seguida aplica em toda a área do rosto que foi barbeada. Normalmente há uma sensação de queimação, refrescância, limpeza e um aroma que normalmente é sutil ao nariz e assim que passa esse mix de sensações, vem um sentido de pele limpa, bem cuidada e você passa a mão no rosto e pensa, nossa! está parecendo pele de neném!!!!, e junto vem a satisfação de não ser só mais um barbear, e sim alguns momentos de prazer em algo que era apenas uma obrigação chata e se transformando em um hobby, capaz de proporcionar um dos poucos momentos de relaxamento nesta vida tão corrida. E então, será que o Mach3 seria bom mesmo?

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email

BarbeandoCast – Episódio 4B

Como prometido eis a segunda parte do nosso podcast onde falamos sobre nossos causos e nossas histórias nesse hobby de fazer a barba, obrigado a todos que participaram e até o próximo episódio!

Você que segue nosso blog pode participar também esse é o link do nosso grupo do Telegran onde gravamos o podcast

https://t.me/joinchat/DgVlJ0RhCyyZ676huh1eVg

Deixe sua sugestão de assunto nos comentários!

Abraços

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email

BarbeandoCast – Episódio 4A

Amigos mais uma episódio do nosso BarbeandoCast, hoje o assunto são nossos “causos” e e nossas histórias dentro do hobby, e como muitas pessoas deixaram seus relatos, resolvi dividir em duas partes, então não deixe de ouvir a segunda parte!

 Você que segue nosso blog pode participar também esse é o link do nosso grupo do Telegran onde gravamos o podcast

https://t.me/joinchat/DgVlJ0RhCyyZ676huh1eVg

Deixe sua sugestão de assunto nos comentários!

Abraços

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email

A história do barbear – documentário

Amigos esse vídeo é muito interessante, fala sobre a história do barbear, desde os primórdios até os dias de hoje, mostra a evolução dos produtos e principalmente dos barbeadores, para nós do Wetshaving essa “evolução” dos barbeadores é bastante discutível, há de fato muita tecnologia, e muito investimento, tornando os barbeadores caros e por mais incrível que pareça não tão bons como a boa e velha Gillette, mas isso é assunto para outro post.

O vídeo é um documentário americano e esta dublado em espanhol, então da para entender muito bem.

Se gosta do nosso blog clique no link e receba nossas atualizações!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email

 

Lápis hemostático, todo iniciante deveria ter!

Olá amigos, hoje o assunto é lápis hemostático, algo não muito abordado dentro no meio “barbístico” falamos pouco sobre esse item e depois que usei pela primeira vez (recentemente) pensei comigo, “caramba isso poderia ter me ajudado muito”.

Eu tinha a ideia que a pedra Hume será suficiente para estancar o sangramento de pequenos cortes, com o passar do tempos e alguns cortes depois, reparei que nesse ponto a pedra não funciona tão bem quanto eu gostaria, pelo menos pra mim, então numa compra na Maggards eu resolvi incluir um lápis hemostático, custou a bagatela de 2,00$

pinaud_aluinstaaf_jumbo_28gr

Este é o jumbo, ( existe um menor) é bem grande mesmo abaixo uma foto para dar uma noção bem exata do tamanho.

photo_2017-10-07_11-10-39
É realmente bem grande e deve durar muito! Tem 8,5 Cm de comprimento e 27gramas

Ingredientes:

Com certeza esse é o diferencial, abaixo uma imagem da parte traseira da embalagem, onde aparece o Sulfato de Alumínio como componente em maior quantidade e responsável pelo excelente desempenho do lápis.

pinaud_clubman_aluinstaaf_28gr

Como eu uso:

É bem simples, molhe a ponta do lápis e esfregue diretamente no corte, dói bastante, mais que a pedra Hume, mas estanca o sangramento quase que instantaneamente, e você vai reparar que fica um liquido esbranquiçado no local.

photo_2017-10-07_11-10-35

Conclusão:

Você não precisa importar esse produto a Trim fabrica aqui,(eu aproveitei uma compra e inclui ele) inclusive o @albmeiragmailcom fez um post aqui sobre o lápis que ele comprou numa perfumaria, e como ele citou eu enfatizo, esse é um item muito importante principalmente para os iniciantes, que normalmente se cortam com mais frequência, e para os veteranos também, por que ninguém esta livre de vez ou outra fazer um cortinho ou um cortão , e outra coisa legal, não serve só pra barba, pode usar ele em outras áreas, você vai se surpreender.

Abraços.

fique sempre ligado nas nossas atualizações!!

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email

Roberto

BarbeandoCast – Episódio 3

Mais um barbeandoCast desta vez discutimos a nossa rotina no barbear.

Deu a louca no povo do blog!! Todo mundo curtindo muito gravar os Podcasts, então não demoramos para aproveitar o embalo e gravar mais um. Outra vez o tema foi sugerido pelo nosso colaborador @claudiobport .

Rotina do barbear

O que fazemos antes, durante e depois do barbear

 

Você que segue nosso blog pode participar também esse é o link do nosso grupo do Telegran onde gravamos o podcast

https://t.me/joinchat/DgVlJ0RhCyyZ676huh1eVg

Deixe sua sugestão de assunto nos comentários!

Abraços

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email

Blackbird Razor primeiras impressões

Como já diz o título, são apenas as primeiras impressões a respeito desse barbeador fantástico, posteriormente irei fazer escrever um artigo mais completo, quando minha experiência com ele for mais sólida.

Até o dia deste post foram 5 barbeares, utilizando a seguinte sequência de lâminas.

Polsilver: Uma das melhores do mundo muito equilibrada

Derby: intermediária, não muito afiada, mas muito suave

Treet Carbon: intermediária, mediana no fio e na suavidade

Gillette 7’O Clock Permasharp Staineless Indiana, compativel com Polsilver

Feather: Muito afiada e suavidade mediana

Resumindo tive barbeares excelentes com quase todas as laminas, exceto a Treet, esta foi a que menos agradou, e o melhor “casamento” para meu espanto foi com Feather, justamente uma lâmina que nunca me agradou muito, mas na Blackbird formou um conjunto incrivelmente eficaz, posso dizer com segurança, foi o melhor barbear da minha vida de wetshaver.

A Blackbird close comb (pente fechado) não é um barbeador agressivo, em uma escala de 0 a 10 eu o coloco em 5, mas o sistema que prende e força a lamina deixando ela no ângulo correto é o trunfo desse barbeador, quem desenhou esse sistema chegou a um sistema quase perfeito, nós wetshavers sabemos que quanto mais a lamina vibra menor é sua efetividade, e na Blackbird essa vibração é a menor que já senti em um barbeador. O feedback auditivo está lá, escuto a lamina, mesmo com uma vibração mínima, mas a eficiência no barbear é impressionante.

Continuo com o mesmo procedimento de 3 passadas mais retoques, e no final o barbear é assustador, ao lavar o rosto pela primeira vez ao fim do barbear, me assustei, era um liso absoluto.

Super bem construído em aço inoxidável, e com um ótimo equilíbrio este passou a ser meu melhor barbeador, quando eu considerar que a curva de aprendizado terminou, deixarei aqui no blog um review com mais informações, como preço, peso, links e etc.

Abraço a todos.

https://www.blacklandrazors.com/shop/

Clique no link abaixo e receba nossas atualizações !!!
 Subscribe to BarbeandoCast by Email