Dicas do Cegadede para usuários brasileiros – terceir parte.

Tópico original postado em 24/06/2014 no fórum Barbear Clássico, os valores foram atualizados para os dias de hoje.

http://www.barbearclassico.com/index.php?topic=7683.msg223370#msg223370

O post foi editado por que foram indicados produtos que saíram de linha, para o tópico origina, usem o link acima!

Parte 3

Orçamento até 300,00

Com R$300,00 realmente dá pra montar um kit muito interessante e completo, com pincel, barbeador, creme, e pós barba.

1. Barbeador. *

Com R$200,00 há várias opções de barbeadores na The Grooming Co. (http://shop.thegrooming.com.br/16-barbear ). Recomendo particularmente os da linha R (90R, 22R, 82R, 86R etc) por serem aparelhos que não precisam ser desmontados para a colocação e retirada da lâmina, o que facilita o seu uso e o alinhamento da lâmina, principalmente para os iniciantes.

O paragrafo cima cita uma empresa que não existe mais, então abaixo tem duas dicas de bons babeadores que você pode encontrar no mercado livre.

2. Pincel

Qualquer das opções da parte 2 vai bem com este barbeador. Recomendo o omega 48, por ser, na minha opinão, o melhor do grupo.

3. Creme e pós barba.

Com o saldo, só resta comprar um dos cremes e o pós-barba da parte 1.

Esse capítulo foi curtinho mas em seguida a última parte.

PARTE 4

O CÉU É O LIMITE

1. INTRODUÇÃO

Quando não há limites no orçamento, é possível encontrar produtos top de linha no Brasil. É para este segmento orçamentário que está dedicada esta parte do tópico.

Então, sem mais delongas, vamos aos produtos.

2. APARELHOS DE BARBEAR.

Além dos aparelhos recomendados nos itens anteriores, não havendo limites orçamentários é possível conseguir aparelhos vintage e novos , em feiras de antiguidade e no mercadolivre.

Para além disso, deixo uma recomendação especial para os navalhetes da feather.
na foto está retratado um navalhete Profissional Artist Club SS com cabo sintético
Preço: A partir de R$680,00
Onde comprar: forlords.com.br

navalhete

Este tipo de aparelho é muito mais parecido com o barbear de uma navalha de verdade que os navalhetes que usam meia gilete, estes últimos não perdoam o menor erro de técnica e são menos clementes quanto ao montante de pressão usado no rosto. Em outras palavras, é mais fácil ter um barbeado confortável e sem cortes com os navalhetes da feather, além deles reproduzirem com mais fidelidade a sensação de usar uma navalha de verdade.

3. CREMES / SABÕES DE BARBEAR

Aqui vai um creme que é o melhor que já usei, com uma larga margem de vantagem sobre o segundo lugar:

Acqua di Parma Collezione Barbieri
Cheiro: cítrico, da família da colônia homônima. Delicioso. Como diria o confrade goaman , se Deus faz a barba, ele usa AdP.
Qualidade da espuma: incrível em todos os quesitos, seja deslize, proteção, tratamento da pele. De se destacar que este é, de longe, o creme com a melhor relação “quantidade de produto”/”montante de espuma gerada” que já usei (na espuma da foto, que dá tranquilamente para 3 passagens, usei 0,2g de creme, pesados em balança de precisão de 0,01g)
Preço: R$ 255,00 na forlords.com.br ou na sephora.com.br

navalhete

Na categoria sabões, entra mais uma vez o CADE, da L’occitane, desta vez com a sua lindíssima saboneteira, por R$120,00 na l’occitane.

lcashbowiso

4. Pós-barba.*

Nesta faixa de preço, recomendo dois:

“As loções indicadas no post original foram descontinuadas, ou não não são mais vendidas aqui, como o céu é o limite segue duas recomendações, disponíveis no mercado livre, uma Proraso italiana e uma Floid espanholha.

5. PINCÉIS. *

Aqui temos uma solução top em performance.

Pincel Sintético Plisson
Quanto custa:R$220,00
Onde comprar: nas lojas l’occitane
Comentários: este é um pincel com o mesmo tipo de pelo do pincel da TGco, porém com um diâmetro de nó menor, menos densidade de pelos, loft (altura dos pelos) maior e cabo maior que o da TGco. A sensação na pele é de ainda mais suavidade que o pincel da TGco, mas algumas pessoas o consideram molenga demais para usar com sabões duros, como o CADE. Assim, tanto em função da diferença de preço (quase 3x mais) quanto ao fato de ser menos consensual sua usabilidade com sabões duros, recomendo o pincel da TGco. Dito isto, não tenho dificuldade de carregar sabões duros com ele, nem acho que seja molenga demais, além do que, como tenho mãos grandes, o cabo maior do plisson fica mais confortável de segurar.

navalhete

6. CONCLUSÃO

Com estas dicas, o usuário brasileiro terá certeza de usar produtos de qualidade e não cairá nas roubadas abundantes do mercado. Espero que tenham gostado.

Qualquer dúvidas ou sugestões, é só falar.

* paragrafos que foram modificados por terem indicações de produtos que não existem mais.

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

6 Dicas Para um Barbear Melhor na Região do Pescoço! #5 e #6

Continuando o post anterior, agora vamos finalizar o assunto, não leu as dicas anteriores? Clique aqui

Dica # 5 – Finalizando!

Aqui é uma parte bem importante de todo o processo: Enxágue e limpe bem o seu rosto, a fim de retirar qualquer resíduo de sabão que tenha ficado sobre a pele. Muitas vezes, aquelas espinhas estranhas que aparecem horas depois do barbear são causadas por resíduos de sabão que acabam entupindo os poros. Passe bastante água no rosto (pode ser quente ou fria). Se você sofre muito com problemas assim, é interessante passar algum tônico sem álcool, pois ele limpa bem os poros e, se conter aloe vera, ajuda com o processo de recuperação.

Após isso, você também pode passar um bloco de alúmen de potássio, que é antisséptico e auxilia o fechamento dos poros, além de estancar quaisquer cortes ou pontos de sangue. Nem todos vão gostar de usar alum e nem todos concordar em relação a sua efetividade, porém, mais uma vez, isso fica a critério de cada um; no fim das contas, o ideal é você usar aquilo que mais lhe agrada e não o que a maioria diz que é bom ou deve ser feito.

Dica #6 – Pós Barba

De qualquer forma, se você teve problemas com irritação ou cortes, o mais indicado seria a utilização de um balm pós barba ou algo sem álcool como componente principal do produto. Normalmente, balms tendem a dar uma sensação mais “pegajosa” na pele, consequentemente, eles provém mais hidratação e alívio à irritação causada pela lâmina. Balms são particularmente bons se você tem a pele muito seca, vive em regiões secas ou frias.

Também é possível pensar em um tônico com pouco álcool, ai invés de um balm ou um pós barba com alto teor de álcool. Produtos como Lucky Tiger Face Tonic  ou Thayers Witch Hazel são bastante aclamados pelo público em geral.

Dica aleatória: Se você sofre em demasia com cravos, espinhas ou pelos encravados, algumas pessoas conseguiram bons resultados ao esfregar delicadamente uma escova de dentes (macia, o ideal é que seja uma infantil) na área afetada por uns 30 segundos, antes de dormir. Isso esfolia a pele o suficiente para que o pelo encravado consiga sair normalmente do folículo.

E você? Tem alguma dica para barbear que não falamos aqui?

Deixe seu comentário abaixo!

Se achou estas dicas úteis, por favor, compartilhe e nos ajude a crescer!

Obrigado!

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email

6 Dicas Para um Barbear Melhor na Região do Pescoço! #4

Continuando o post anterior, segue a quarta dica, não leu as anteriores? Clique aqui

Dica #4 – Técnica (Essa parta é longa, mas importante)

Pode parecer fora da realidade ou até bizarro, mas fazer a barba com bastante frequência pode ajudar bastante a diminuir a irritação. Mas por quê? Simples, quanto maior é o pelo, maior pode ser a dificuldade em cortá-lo. Faça o teste, barbeie todos os dias ou, pelo menos, dia sim-dia não. Eis aqui mais um pouco de subjetividade: Considere fazer a barba uns 20 minutos depois de levantar, mas antes de tomar café da manhã ou faça a barba antes de ir deitar. Não há explicação para isso, mas pode ser que ajude alguns.

Se você começar a fazer a espuma primeiramente na região do pescoço, dará o maior tempo possível para que o pelo absorva água, ficando mais hidratado e macio, isso talvez melhore um pouco o seu barbear. Os primeiros movimentos de passagem dever ser, obrigatoriamente, no sentido do crescimento do pelo, lembrando sempre que não se deve fazer força alguma com o aparelho, deixe o peso da máquina fazer o serviço para você, além disso, para muitos é automático repetir o movimento em cima de uma região já barbeada, evite fazer isso. Mantenha o foco em movimentos pequenos e consecutivos.

Resista ao impulso de repetir o movimento no mesmo lugar infinitas vezes!

Se o crescimento do pelo é circular (redemoinhos), tente encontrar algum tipo de padrão e mantenha-se nele, você só vai descobrir o melhor caminho e a forma adequada de barbear essas regiões através de tentativas, portanto, não desista.

Os aparelhos modernos, de cartuchos, eles são desenvolvidos de forma a compensar a pressão exercida em seus cabecais, porém, há um limite para isso, mesmo que você use um desses, tente não fazer tanta pressão! Agora, se você estiver usando uma safety razor, é bom lembrar de usar pouca ou nenhuma pressão na hora de fazer a barba. Independente do aparelho que você estiver usando, segurá-lo pela parte inferior do cabo, isso ajudará a reduzir a pressão exercida e melhora a utilização do peso do próprio aparelho. Uma alternativa é segurar o aparelho no ponto de gravidade ou ponto de balanço, no entanto esta forma pode não funcionar muito bem com todos os aparelhos.

Os aparelhos modernos ajustam as lâminas em um ângulo específico, determinado pelos fabricantes, porque são montados de forma a tentar generalizar e encontrar o ângulo ideal para a maioria das pessoas. Logo, não há muito o que possa ser feito no sentido de ajustar o ângulo na hora de barbear. Por outro lado, se você usa safety razors, é possível alternar o ângulo em que a lâmina tocará a pele. Nesse caso, para a região do pescoço, tente usar um ângulo mais aberto, enquanto barbeia o pescoço. É claro que o pescoço é uma região repleta de curvas e dobras, mas há algumas formas que podem lhe ajudar a manter a pele esticada, dependendo da região a ser barbeada.

Muitas pessoas (a grande marioria) pensam que é necessário esticar a pele para ter um barbear rente, mas o que é realmente necessário é manter a pele o mais reta possível. Mesmo que pareça a mesma coisa, não é. Esticar a pele em demasia é algo mais simples do que parece e essa é a receita para o surgimento de pelos incravados e ocorrências de irritação.

Uma forma de manter a pele reta e plana abaixo do pescoço é incinar a cabeça para trás, assim você estica a pele apenas o necessário. Depois, incline a cabeça para frente, como se fosse encostar o queixo no peito, para barbear as áreas abaixo da mandíbula (você vai ficar parecendo estranho, mas lembre-se, ninguém está vendo você barbear).

E o pomo de adão (vulgo gogó)? As formas mais comuns de contornar essa região são: Tente engolir um pouco de saliva, ao fazer isso, tente segurar na posição que está, assim terá tempo de passar a lâmina. A mais simples e mais comum é que você estique um pouco a pele para os lados, podendo passar a lâmina sem muitos problemas. Lembrando: não estique demais a pele.

Terminada a primeira passagem no sentido do crescimento do pelo! Parece bom o suficiente para você ou algumas partes não ficaram tão legais assim? Isso é normal, aplique novamente a espuma e faça mais uma passagem ainda no sentido do pelo.

Claro que, por outro lado, se você gosta de um barbear mais rente, aplique a espuma novamente, mas agora tente barbear perpendicular ao crescimento do pelo (across the grain). Nunca esqueça de ficar atento à pressão exercida com o aparelho e tente fazer pequenas passagens, sem repeti-las seguidamente na mesma região.

Finalizada a segunda passagem, passe suavemente os dedos pelo rosto e verifique como está! Já é o suficiente? Não? Então reaplique a espuma e se prepare para outra passagem across the grain, mas, dessa vez, faça no sentido oposto ao da primeira. É possível tentar uma passagen contra o pelo, mas é bom lembrar que um “BBS”, barbear de bunda de bebê talvez não seja possível, se você tem problemas para barbear o pescoço…

Se mesmo depois de tudo isso, sobraram algumas partes do rosto com as quais você não está satisfeito, dá para tentar algumas outras coisas. Primeiramente, este se chama “J-hook”, basicamente, o que você deve fazer é, em pequenas passadas, fazer um movimento de gancho com o aparelh, pequenas passagens bem curtas, sem força, apenas tocando o rosto. Essa técnica é bastante efetiva nas laterais do pescoço, abaixo da mandíbula. Em segundo lugar, você pode tentar o que chamamos de “blade buffing”, que consiste em passagens bastante curtas, rápidas e em pequenas áreas repetudamente, esse é particularmente bom para a região abaixo do queixo.

TOME CUIDADO: As duas técnicas apresentadas acima devem ser feitas com cuidado e calma, não se afobe durante o barbear – afobação é a receita para tragédia -, também não esqueça de sempre aplicar espuma na região em que passarás o aparelho, faça cada uma delas apenas uma vez. Se, mesmo com tudo isso, você ainda tiver regiões que não estão legais, deixe de lado, sério! Pelo menos nesse barbear.

Continua no próximo post…

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email

6 Dicas Para um Barbear Melhor na Região do Pescoço! #3

Continuando o post anterior, segue a terceira dica, não leu as anteriores? Clique aqui

Dica #3 – Espuma

Se você faz uso de um produto enlatado, é interessante que repense agora a utilização destas coisas. O que vou falar não serve apenas para espumas de barbear enlatadas, mas qualquer coisa que saia de uma lata pressurizada tem e tendência a ressecar a pele em função do propelente utilizado nestes produtos. Nesse sentido, e agora falando das espumas, os fabricantes precisam adicionar algum composto químico lubrificante ao produto, para compensar o ressecamento causado pelo propelente. Se isso ainda não é suficiente; você já parou para ler a lista de ingredientes destas espumas? Lembre de uma coisa, cada ingrediente a mais dentro do produto é uma coisa a mais para sua pele sofrer algum tipo de reação. Então, para fazer a barba, pelo menos use alguma coisa que venha em tubos, sem propelentes.

Na minha opinião, você deveria usar um bom creme de barbear ou sabão de barbear, utilizando um pincel para a sua aplicação. O uso do pincel de barbear e um bom produto espumógeno é uma boa forma de manter a água sobre a pele do rosto. O pincel ajuda a remover restos de pele morta e sujeira, além de encobrir todos os pelos da região. Tudo isso pode demorar um pouco mais, mas o esforço é recompensador.

file8761257957201

Tente usar água fria para fazer a barba. Para alguns, a água fria pode melhorar o barbear na região do pescoço. Essa ajuda se dá pelo fato de que a água quente tende a dilatar mais os poros e fazer com que a pele fique mais “mole”, aumentando as chances de pequenos cortes e vermelhidão em algumas partes do rosto. [Eu solucionei 90% dos meus problemas de irritação na região do pescoço depois que comecei a utilizar água fria, além disso, durante o verão é muito mais agradável e tranquilo *nota do tradutor)

Mesmo assim, é interessante que você mesmo faça vários testes: Tente usar a água morna do banho para preparar a pele e depois barbeie com água fria ou tente todo o barbear com água fria, desde o preparo até a rotina pós barba. Apenas através de testes você será capaz de verificar o que funciona melhor. Sempre tenha em mente, o que funciona pra mim, não necessariamente funcionará para você.

Continua no próximo post…

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email

6 Dicas Para um Barbear Melhor na Região do Pescoço! #2

Continuando o post anterior, segue a segunda dica, não leu a primeira? Clique aqui

Dica #2 – Preparação Para o Barbear

Barbear no sentido do crescimento do pelo é uma noção básica durante o barbear e particularmente importante, ao usar um aparelho mutilâminas, como o Mach 3. Ao utilizar uma safety razor, esta ideia é um pouco menos importante – nesse caso, você pode modificar um pouco o sentido da safety razor e seguir o crescimento predominante do pelo, sem se preocupar com cada uma das possíveis mudanças que existem pelo caminho -, mas ainda é importante sempre lembrar que o barbear não se define à remover toda a barba de uma só vez; a ideia é reduzir a barba em cada uma das passagens.

A direção em que o pelo da barba cresce, muitas vezes, não é nem um pouco intuitivo, quando falamos da região do pescoço, muitas vezes os pelos crescem de forma circular, os famosos redemoinhos. Compreender e observar como o pelo cresce na região do seu pescoço é de extrema importância e é, também, o primeiro passo para superar problemas ao barbear essa área. Uma dica é deixar a barba crescer por um ou dois dias, então, com a ajuda de um espelho, deslize os dedos suavemente pelo rosto, dessa forma, poderá sentir a direção em que os pelos crescem em determinados locais. Feito isso, você pode fazer flechas em cada uma das partes do mapa como na figura a segruir

facediagram

Dessa forma, você conseguirá entender e decidir qual é a melhor forma de barbear cada uma das regiões indicadas.

A preparação da pele da região do pescoço é, muitas vezes, deixada de lado: umedecer a área com água morna e limpar a pele com algum produto específico é importante aqui, muito mais importante, se você sofre com problemas de foliculite ou pelos encravados na região do pescoço. Tente uma boa limpeza de pele antes de colocar uma lâmina afiada sobre ela. Atualmente, alguns produtos do mercado internacional não estão disponíveis no mercado brasileiro, porém alguns produtos conhecidos por todos nós como ACH , Lucky Tiger , Grooming Lounge ou Proraso Sensitive Skin Pre-Shave Cream funcionam muito bem. [nota da tradução].

Alguns de vocês também podem achar que aplicar um óleo pré barba na região do pescoço, após o preparo apropriado) ajuda a combater a irritação. Após a devida limpeza, mantenha a pele úmida, aplique o óleo e então prossiga com a aplicação da espuma. Alguns bons óleos pré barba são Pacific Shavin oil , Village Barber Shave Oil  são óleos para barbear, mas funcionam bem, se utilizados em conjunto com a espuma de barbear -, The Art of Shaving Pre-Shave Oil e Taconic Pre-Shave Oil  são outros.
Continua no próximo post…

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email

Dicas para barbear

Você que está procurando formas de um barbear bem feito, menos problemas com irritações, pelos encravados, foliculite e um barbear agradável seu lugar é aqui!
Quando pensamos em barbear, normalmente se tem a ideia de que a modernidade dos aparelhos multilâminas (mach3, fusion e similares) com espumas de lata ou mesmo aparelhos elétricos trará esses benefícios, mas após gastar rios de dinheiro descobre-se que nada disso trouxe melhoras ou qualidade do barbear.
Aqui nesse blog você encontrará algumas dicas para melhorar seu ritual do barbear.
Primeiramente esqueça os aparelhos e espumas de lata acima mencionados, e vamos voltar ao tempo dos nossos avôs e pais dependendo da idade deles.
Para um bom barbear precisamos voltar ao ritual do barbear clássico, ou seja, preparar a pele, ter uma boa espuma, uma boa lâmina e um bom pós barba.
Se formos elencar todas as possibilidades nesses casos iríamos escrever páginas e mais páginas e não esgotaríamos todas as possibilidades, assim, nesse prefácio daremos algumas dicas para quem quer ter um bom e prazeroso barbear, mas acompanhe as novidades no nosso blog ou mesmo participe pedindo informações ou sugerindo matérias que vamos tentar atender todos os pedidos.
O que se precisa para um bom barbear:
1) preparar a pele, lavando o rosto com água morna com sabão próprio para o rosto ou mesmo sabonete de glicerina para tirar a poluição e a oleosidade excessiva, outra alternativa é fazer após o banho.
2) ter um bom creme ou sabão de barbear, para quem está iniciando e quer testar temos produtos de custo mais baixo que permite iniciar o barbear clássico, citamos os cremes da bozzano, gillette, palmindaya e alfalok´s;
3) ter um pincel de barbear nesse caso para não se fazer altos investimentos pode começar com um pincel de cerdas de javali da ômega e semogue, que podem ser encontrados no mercadolivre ou na forlords a custo bem amigável;
4) ter um aparelho de barbear (safety razor), de início se recomenda aparelhos suaves (closed comb) e temos várias marcas, podendo ser merkur, muhle, edwin jagger, gillette (aparelhos antigos) ou mesmo um paz em gaya que é feito artesanalmente aqui no Brasil. O custo do barbeador vai variar bastante, sendo que se tiver paciência pode importar, ou tentar encontrar um aparelho usado com custo mais baixo;
5) lâminas double edge, no Brasil não encontramos muita variedade de lâminas, mas encontramos wilkinson, bic, dorco, derby, feather, gillette azul, lord e algumas outras marcas, sendo que nesse caso o melhor é testar e ver o que mais lhe agrada, aqui novamente compensa a paciência de importar as lâminas, pois, são muito baratas e consegue-se melhor qualidade dos que as disponíveis no mercado;
6) loção pós barba ou balm de acordo com o gosto pessoal.
Tendo esses produtos, você já poderá iniciar seu aprendizado para ter um barbear melhor e mais agradável.
De início recomendamos que inicie sua experiência em momento que tenha um tempo tranqüilo na sua rotina diária, para que consiga extrair o melhor da sua experiência, pois, tentar se barbear com pressa nos primeiros dias fatalmente vai lhe trazer uma má experiência e possivelmente com alguns pequenos cortes.
Antes do banho ou enquanto prepara suas coisas para o barbear coloque o pincel com os pelos imerso em água fria ou morna.
Após ter lavado o rosto ou ter tomado um bom banho, comece preparando sua espuma, pegando um pequeno potinho colocando uma boa quantidade do creme escolhido (uma quantidade equivalente a uma falange do dedo costuma ser suficiente, adicione algumas gotas de água e com o pincel já escorrido comece a produzir a espuma, se notar que a espuma está aguada é sinal que exagerou na quantidade de água ou não escorreu bem o pincel, nesse caso basta adicionar mais um pouco de creme e conseguirá uma espuma ideal, caso a espuma não esteja desenvolvendo no potinho é sinal de falta de água bastando adicionar água aos poucos para conseguir uma espuma de qualidade.
Feita a espuma utilize o pincel para espalhar pelo o rosto, e após bem espalhada a espuma inicie o barbear fazendo suaves e curtos movimentos com o barbeador em linha reta pelo rosto, sempre lavando o barbeador quando a espuma tiver acumulada.
Como o barbeador tem lâmina para ambos os lados vá alternando os lados ao longo do barbear.
Terminada a passada a favor do fio repita a operação fazendo as passadas laterais e por fim repita fazendo no contra pelo se assim preferir.
Concluído o barbear lave o rosto com água fria, seque com uma toalha limpa sem esfregar a pele e aplique seu pós barba escolhido.
Esse é apenas um singelo resumo das dicas de como se barbear, faremos novas matérias para sanar as dúvidas daqueles que estão curiosos com as dicas para se barbear melhor e em breve postaremos vídeos tutoriais para ensinar a fazer espuma e se barbear.
Ficamos por aqui e agradecemos a visita, façam seus cadastros para receberem nossas atualizações e nos mandem suas dúvidas.

 

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email

Pincéis de barbear Sintéticos – Uma dica para os novatos, ou não!

Boa noite, Senhoras e Senhores wet shavers.

Eu sou usuário de pincéis sintéticos, porém ontem à noite usei um pincel de texugo (2 band badger) pela primeira vez. Então hoje pensei em algo simples, porém pouco falado, ou pouco explicado, para ser mais exato. É fácil imaginar a diferença entre um pincel feito de fibras naturais e um pincel feito de fibras sintéticas. No entanto, qual a relação; quais os benefícios? [O que existe além do espaço comum sobre eles?].

É importante termos em mente que os pincéis sintéticos evoluiram absurdamente e, aqui, serei bem breve, eles deixaram de ser semelhantes às escovas de dente e ganharam características próprias. Simples assim, pois esse não é o foco do texto.

Todavia, muitos acham que pincéis sintéticos não conseguem espumar bem todos os sabões, muitos também reclamam em função da liberação de água, a qual é rápida demais, sem controle, simplesmente “despeja” a água. E isso é verdade. Uma fibra natural apresenta porosidades, tais porosidades retém água e a liberam através da pressão entre o rosto/bowl e as fibras. Cerdas sintéticas são lisas, por isso é normal a água escorrer rapidamente e, ainda mais, se colocá-lo apoiado no balcão, ocorrer acúmulo de água e espuma na base do nó.

Como solucionar o “problema”? Em primeiro lugar, não se pode sair dizendo que é um problema, quando se trata de uma característica. Se você tem um aparelho mais agressivo e ele irrita a pele, não dá para colocar a culpa no aparelho sem pensar na técnica aplicada.

Pincéis sintéticos não precisam ser colocados de molho, tampouco precisam ter o loft inteiro imerso em água. A parte importante, a parte responsável por reter água – e aí a mágica dos plisson/plissoft/sintéticos modernos – são as pontas, a partir delas que é possível controlar o montante de água no pincel.

Dito isso, há dois caminhos possíveis: um deles é apenas molhar as pontas em água corrente ou na água da pia; a outra, minha favorita, é aproveitar a água colocada na parte de cima do sabão, sim, aquela água em que deixamos o sabão de molho. Retira-se o excesso e então começa o carregamento. “Mas, Fred. Assim vai ficar seco demais…” – Não tem problema, você pode adicionar água à vontade, até encontrar a consistência ideal para a sua espuma.

E aqueles sabões difíceis de espumar?

Já ouvi dizer que alguns sabões só fazem boa espuma se usar pincel de javali, outros, se usar pincel de texugo e por aí vai. Na verdade, a qualidade da espuma vai depender da paciência, da carga e da melhoria em relação à técnica. No início é mais difícil, sim, mas é questão de hábito, em pouco tempo já se adquire prática.

fique sempre ligado nas nossas atualizações!!

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email