Sabão de barbear Men’s Stuff

Demorou mas aconteceu, um produto nacional de qualidade finalmente aqui no nosso blog, antes que você se pergunte, “nossa mas não há tanta coisa pra se barbear nos mercados, farmácias e etc?” sim o mercado nacional tem um numero razoável de produtos para o barbear, e uma quantidade maior ainda pra que deseja mantar a barba, mas nós que gostamos de fazer a barba, estamos fartos desses produtos, que na verdade são apenas mais do mesmo, por isso vivemos importando e por esse motivo comemoramos bons produtos artesanais, é justamente pra sair desse circulo vicioso, Gillette, Bozzano, Nívea e afins, que iremos apresentar essa marca a Men’s Stuff , que pertence a um amigo e Felipe Leal que mora no Rio Grande do Sul e se propôs a entrar de cabeça nesse ramo e criou essa marca composta por sabões para o barbear e loções pós barba.

Porém desta vez sera diferente, vou publicar aqui uma resenha feita pelo Thony outro amigo que curte muito se barbear e publicou sua opinião num fórum que debate o barbear, ele nos deu sua autorização e também vou disponibilizar o link da postagem original.

1- Apresentação :Sabão Artesanal feito pela Mens’s Stuff, do confrade Foguinho , pesando 114 gramas / 4 oz, O sabão vem acondicionado num pote plástico da cor preta, de tamanho muito bom para carregar o pincel.

2- Preço: R$38,00 + portes no site do artesão :  https://www.mstuff.com.br/

3- Composição: Canola Oil, Castor Oil, Coconut Oil, Stearic Acid, Water, Potassium Hydroxide, Sodium Hydroxide, Fragrance. O artesão adiciona Mentol por solicitação do cliente , este que testei eu solicitei com  mentol.

4- Aroma: Cítrico que remete o cheiro de mexerica (sou ruim de identificar cheiro, me desculpem ),  IMMO  gostei muito do aroma. Após horas do barbear, ainda  persiste o cheiro (vai diminuindo aos poucos). Sente se  levemente o Mentol  (eu adoro a sensação). Segundo o artesão: Aroma Citrico da Bergamota, mas com uma leveza devido ao Vetiver.

5- Formação de espuma: Fiz espuma de 2 formas: 1) No bowl e 2) Direto no rosto, em ambas se fez espuma facilmente como segue:

Foto feita por barbeando.blog

a)  No bowl: carga no sabão de 20 segundos, e depois trabalhei a  mesma por 40 segundos no bowl, excelente espumabilidade
b)  Direto no rosto: Com o rosto molhado, passei o sabão  na barba diretamente, até fazer uma camada fina , após trabalhei a  espuma com o pincel, o que permite ao mesmo tempo amolecer a barba e levantar os pelos. Resumindo: Excelente Espumabilidade, mesmo após vários minutos no rosto, ele não some , nem fica ressecada.

6- Proteção e hidratação da pele: Fiz 3 passagens com a SR e obtive sempre BBS (Norte Sul, Lateral e Sul Norte), em varias escanhoados, sempre com excelente proteção e deslize. Em minha opinião, a proteção é o ponto alto deste sabão, dos melhores que usei até hoje. Também proporciona uma boa hidratação, deixando a  pele macia e confortável após o barbear, inclusive algumas vezes nem usei ASL.

7- Performance: Para mim, a proteção e o deslize é o ponto fundamental num sabão, e nisso ele é nota 10, não obstante, o aroma é muito agradável e deixa uma  sensação de pele macia, hidratada  cheirosa  após o uso, que persiste por muitas horas.

8-Metodologia dos testes:Usei 2 SRs nos testes , 1 Gillette Monotech e 1 Edwin Jagger DE89 Knurled, com varias lâminas,  totalizando 8 barbeares alternando a  SR, para evitar conclusões precipitadas.

9- Considerações: Um Sabão muito bom, Produto Nacional Artesanal, (eu sou favorável ao produto feito no Brasil, pela facilidade de adquiri-lo)  não notei nenhuma alergia , proteção e deslize são o ponto forte deste produto e o aroma me  agradou muitíssimo, Recomendo sem duvidas o produto.

link onde o texto acima foi postado originalmente https://www.barbeartradicional.com.br/forum/attachment.php?aid=2938

Se você chegou até aqui, deixo meu muito obrigado, curta e comente, ficaremos felizes em lhe responder.
Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

Anúncios

Sabão de barbear italiano Vitos

Olá amigos leitores fazedores de barba, depois de muito tempo parado vamos movimentar o blog novamente, e este  post será mais uma vez sobre sabão, e outro sabão italiano, desta vez um sabão não tão conhecido, como outros sabões italianos, sendo o Cella, Figaro e Valobra mais comuns entre nós fazedores de barba compulsivos.


Não há muito o que falar sobre o fabricante, por que não há praticamente nada na internet sobre ele, Vitus parece pertencer a uma italiana e a fabrica produz cosméticos também.
Esse sabão sempre teve presença garantida em lojas conhecidas nossas como TVB shaving e Gifts&Care com preço realmente muito bom, principalmente na barra de 1kg, que é indicada para barbearias, mas tem membros aqui do blog que adquiriram essa barra, é sabão para alguns milhares de barbeares.

Ele se tornou mais conhecido nosso por causa de um dos membros do blog, antigo nesse hobby, que falou muito bem do produto, e a partir daí a galera se interessou bastante.

fonte https://www.susandarnell.it/Content/resources/images/box-vitos-sapone.jpg

Fórmula


Bem básica por sinal, um dos sabões mais famosos do mundo, o francês Martin de Candre tem uma fórmula mais simples ainda, então qualidade não esta atrelada obrigatoriamente a complexidade.

Imagem fornecida pelo amigo ZZ

Fragrância


Tenho duas versões desse sabão, da caixa Azule da caixa vermelha (Extra Super) ambos com cheiro de amêndoas, os italianos amam esse cheiro e usam e abusam dessa fragrância, mas no caso do Vitos, é bem suave e bem discreta, se vai em seguida do barbear, isso é bom para um produto que você vai usar diariamente, fragrâncias muito fortes pode enjoar com o tempo, há também a fragrância de coco.

Desempenho

Graças aos amigos do Blog ZZ e Gabriel eu pude testar os sabões das caixas azul e vermelha e posteriormente pude adquirir mais da vermelha, não senti diferenças entre ambos, possui um bom deslise e uma ótima proteção, faz espuma com facilidade, não há dificuldades em encontrar o ponto correto de água, alguns sabões tem esse “ponto” mais crítico, ou seja, pouca água fica muito seca e muita água fica muito aerada e aguada, é um sabão que te entrega muita qualidade por um preço realmente muito acessível, e esse tipo de produto me chama muita atenção.

Disponibilidade

Este sabão não vende no Brasil, para os interessados só a importação é o caminho, TVB SHAVING.

Imagem do site TVB SHAVING

Se você chegou até aqui, deixo meu muito obrigado, curta e comente, ficaremos felizes em lhe responder.
Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

Antica Barbearia Cola – Latte dopo barba

Olá amigos, creio que este seja o primeiro artigo o qual não recomendarei o produto, mas antes de continuar é importante deixar claro que se trata da minha opinião, é bem possível que alguns leitores, que já tenham usado o produto o qual  você lerá a seguir, e tenham gostado, portanto você leitor, terá apenas uma ideia ao ler esse artigo, minhas opiniões jamais podem ser tidas como verdades, elas são o meu ponto de vista, de acordo com a minha forma de fazer barba, a minha pele, o meu tipo de barba e até meu poder aquisitivo.

Vamos lá, e por que citei o poder aquisitivo? Eis aqui um produto bastante caro, estou escrevendo sobre o Latte Dopo Barba da Antica Barbearia Cola, uma empresa Italiana sediada em Milão, que toma o nome de uma barbearia que remonta do inicio do século passado, mais precisamente 1904, e o atual dono é o senhor Franco Bompieri. A tal barbearia ainda existe e é uma das mais belas do mundo, a empresa fabrica produtos voltados a um publico  seleto, com apresentações luxuosas e preços que saltam aos olhos, pelo menos pra mim.

E do que se trata esse Latte Dopo Barba(leite pós barba)? eu digo que é um produto que esta “no meio do caminho” entre um balm e uma loção, não tem a cremosidade do balm e não é liquido como uma loção.

É uma bela apresentação, o frasco é pesado com uma larga base de vidro, a caixa é delicada e bem acabada, nesse ponto o produto ganha nota 10! E eu já vou adiantar minha opinião sobre a fragrância, Sandalo Rosso, magnifica, deliciosa também merece nota 10!

E o desempenho? Eis o ponto que que na minha opinião deixa  a desejar, pode parecer estranho, mas o desempenho também esta no meio do caminho, não hidrata como balm e não refresca como uma loção, veja bem, não é um produto ruim, deixa a pele com um cheiro fantástico, mas tem pós barbas melhores com preços muito mais acessíveis, curioso no preço? 48,00 Euros! Isso mesmo, convertendo a moeda na data de hoje, custa a bagatela de 210,00 R$ e ainda tem frete, e taxa também, se a receita federal taxar, sua comprinha pode chegar aproximo dos 500,00!! Assustador não é mesmo, por que estamos falando de um pós barda, nada mais, nada menos, que um pós barba.

A fórmula 

O produto é elaborado pela própria filha do senhor Bompieri, tem uma formula avantajada pra um pós barba, diga-se de passagem, mas no meu caso, não fez nenhum milagre, já usei com a pele irritada, e não fez nada que um balm da Nívea não faça.

É ai que esta  o X da questão meus amigos, vale a pena pagar uma fortuna por um produto que deveria ser nota 10 ou próximo disso, em todos os pontos? Eu tinha muita curiosidade, um dos membros do blog gosta muito, mas pra mim é pouco, ter uma linda apresentação, um cheiro incrível e um desempenho de uma balma nacional.

Se você chegou até aqui, deixo meu muito obrigado, curta e comente, ficaremos felizes em lhe responder.
Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

Mitchell’s Wool Fat vulgo MWF – sabão de barbear

O MWF como é conhecido por nós, fazedores de barba compulsivos, é um sabão Inglês, foi produzido pela primeira vez no início dos anos 30 pelo químico Fred Mitchell, da Bradford, que percebeu que a propriedade natural da lanolina na lã, que mantinha as mãos de tosquiadores de ovelhas e classificadores de lã tão excepcionalmente macios, também podia ser benéfico para peles sensíveis. Um produto simples e natural, este sabão ainda é feito com a fórmula original do Sr. Mitchell, com base em uma receita da virada do século e incorporando lanolina da gordura de lã como o ingrediente-chave.

Uma pastilha do sabão de barba

Este sabão é muito famoso no mundo inteiro seja por sua qualidade excepcional, seja pela dificuldade de se fazer uma espuma cremosa, as reclamações a respeito dessa características transbordam pela internet, mas no Youtube há quase uma centenas de videos provando o contrario, que é relativamente fácil conseguir uma espuma bem cremosa.

Eu particularmente não acho tão fácil,  mas não é o fim do mundo, há sabões muito piores nesse sentido, o MWF requer um pouco de paciência, se você esta com pressa, escolha outro sabão, se você só tem esse use mesmo que a espuma não fique cremosa, o barbear será ótimo do mesmo jeito.

Você vai encontrar inúmeras dicas para espumar esse sabão, eu sigo algumas, deixe o sabão de molho com uma película de água por 5 minutos ou mais, comece com o pincel apenas úmido e de preferencia de cerdas suínas, comece quase seco mesmo, carregue bem o pincel, dê preferencia por espumar no rosto, e seja paciente que a espuma vai ficando cremosa do jeito que gostamos.

Fórmula

A mesma fórmula desde o inicio

Eu adoro esse sabão, seu deslize e proteção são acima da média, não acho que seja assim bom, exclusivamente por causa da Lanolina, tem muitos sabões com ela, e não são tão bons, o conjunto da obra faz desse sabão ótimo. Para quem desconhece, a Lanolina é uma cera que esta nos pelos das ovelhas, antes da lã ser processada para virar fios e depois roupas, essa lã é cozida e extraída toda essa cera, muito utilizada pela industria de cosméticos.

Irmão gêmeo?

Se você em suas pesquisas encontrar um tal de Kent, pode comprar sem medo, nada mais é que o MWF “remarcado” ou seja, a Kent uma fabrica famosa de pincéis, compra da Mitchell’s Wool Fat e põe sua marca, eu tive o MWF e tenho o Kent e digo que são o mesmo sabão, com a mesma fragrância(que eu adoro) e o mesmo desempenho.

Sabão Kent

A mesma fórmula

Se você se interessou compre o Kent que tem no Brasil com preço muito bom, por volta de 50,00 somente a pastilha, se você quiser a apresentação  completa com o recipiente de cerâmica, terá que importar e o preço aumente bastante.

Se você ainda assim achou 50,00 R$ caro, eu posso garantir que vale a pena, além da qualidade indiscutível, ele rende muito, é um sabão super duro, que é prensado 3 vezes, o termo em inglês é Triple Milled, isso deixa o sabão maciço e com um rendimento absurdo, vale cada centavo.

Se você chegou até aqui, deixo meu muito obrigado, curta e comente, ficaremos felizes em lhe responder.
Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

Maca Root o Melhor creme de barbear vendido no Brasil?

Olá amigos, cá estou eu novamente, demorei um pouco mas voltamos para mais um post, o título do post é um tanto subjetivo, mas para mim o Creme Macarrot vendido pela The Body Shop é o melhor que temos disponível em terras brasileiras.

Ele concorre diretamente com o creme francês Cade, da Loccitane porém eu prefiro o Macarroot.

Temos bons cremes fabricados aqui, como Fixmodell e Palmindaya, mas na minha opinião são apenas bons, com formulas simples, fazem bem o papel, mas se você quer algo diferenciado, o Macarrot é o caminho.

Este creme é fabricado na Inglaterra, terra dos cremes de barbear, os ingleses fazem excelentes cremes como Dr. Harris, Taylor of old Bond street, Geo F. Trumpers (prometo que falarei desses cremes em posts futuros) dentre outros tantos, mas por que ele tem esse nome? Eis o que o fabricante diz:

Creme de barbear com raiz de Maca Peruana, óleo de Castanha-do-Pará, Gergelim e Aloe Vera, que suaviza e prepara a pele para um barbear mais preciso e confortável. Com propriedades cicatrizantes, deixa a pele hidratada e com uma sensação refrescante.
Validade mínima de 6 meses

Vamos falar do creme, é um pote de 200ml e 180g, é creme que não acaba mais, alem de tudo ele rende muito, uma pequena quantidade cria muita espuma e de ótima qualidade, então o preço elevado 89,00 (na data de publicação do post) acaba compensando.

Fragrância – esse é sempre um ponto complicado, esse creme tem um cheiro forte, bem de cosmético mesmo, me agrada, mas no meio “barbístico” ele é ame ou odeie.

Performance – Protege bem e tem um ótimo deslize , ou seja, a lâmina escorrega com facilidade pelo rosto e tende a irritar menos, mas os cremes não fazem milagres, se você usar uma lamina ruim, ou fizer muita pressão terá irritação na certa, mas este é sem duvida um creme com uma performance acima da média, essa é a minha opinião.

photo_2018-09-25_22-32-20

Espumabilidade – esse é um termo totalmente “barbístico” se refere a facilidade de se cria espuma, e neste ponto o Macarrot é muito bom também, sempre deixarei minha dica de como criar uma boa espuma se você não tem pratica. Comece a fazer os movimentos giratórios seja no Bowl ou no rosto com o pincel apenas úmido, e vá adicionando água aos poucos, da um pouco mais de trabalho, mas você chegará no ponto desejado com muita facilidade, e esse é um creme que precisa de pouca água, então tenha atenção a isso, espuma aguada, muito fina e cheia de bolhas, manda pro ralo e faça novamente.

bem é isso pessoal, é uma pena que tenhamos apenas esse creme importado disponível no Brasil, mas o Macarrot representa muito bem o time da escola inglesa de cremes de barbear, nós não somos patrocinados, por isso preferi não colocar o nome dele no título, muito menos compartilhar os links da The Body Shop, se você tiver interesse, basta usar o google.

Se você chegou até aqui, deixo meu muito obrigado, curta comente, ficaremos felizes em lhe responder.
Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

Pincéis de pelos de cavalos?

s646922585900369517_p2078_i6_w731

Pode parecer estranho de início, mas os pinceis de pelo cavalo são bastante antigos, e eles estão voltando depois de um hiato de quase 100 anos, após um surto de Antrax durante a primeira guerra mundial, e embora ainda seja relativamente difícil de encontrar comparado com os pinceis de texugo e porco, esses pincéis possuem algumas características únicas.

O primeiro ponto que quero ressaltar é fator “animal” os pelos são retirados ou da crina ou da cauda dos cavalos, o animal não é machucado ou morto, como acontece como o Texugo e o javali, então se você não usa pelo animal pelo fato dos animas serem sacrificados ou “torturados” o pelo de cavalo pode ser uma saída.

Meu relato é baseado no pincel que adquiri, mas tenho lido em outros blogs e fóruns, que pinceis de cavalo podem ser tão macios quanto um pincel de texugo, o meu pincel é um Vie Long 12601 com um nó de 21mm, o qual eu irei detalhar mais adiante.

Quando comecei a pesquisar antes de fazer a compra, encontrei alguns relatos negativos e eu vou pontuar todos eles aqui e comparar com o meu pincel.

Os pelos enroscam – vi vídeos em que os pelos embaraçam e necessitam ser penteados, algumas pessoas chegam a indicar lavar o pincel com condicionador de cabelos, fiz vários testes, varias barbas, e até agora no meu pincel não ocorreu esse problema, mas mesmo que ocorresse, não seria o fim do mundo pentear depois do barbear, mas usar condicionador é uma exagero na minha opinião.

Cheiram mal – isso é comum também aos pinceis de porco principalmente e menos comum aos de texugo, o meu pincel veio um pouco fedido sim, mas uns 3 usos depois não senti mais nada.

Pelos pinicam – o meu picel de fato pinica um pouco, mas muito menos que o Omega 10048 por exemplo

Agora vou falar do meu pincel, eu adquiri no E-bay, foram meros 40,00 reais, tem um nó pequeno, apenas 21mm, são pelos pretos e brancos, a altura total do pincel é de 94mm, seu peso é de 35g, o cabo é em resina maciça com ótima pegada e bom peso, a marca Vie Long é espanhola e com bastante tradição em pinceis em geral e principalmente com pelos de cavalo, alias os espanhóis apreciam muito esse tipo de pincel.

photo_2018-07-02_20-23-16

Por ser pequeno não gostei de fazer espuma no rosto, não rende, mas no bown foi muito tranquilo, os pelos retem mais agua do que os de texugo e porco, isso deixa ele mais floppy, mais mole com pouco back-bone, no geral eu gostei do pincel, esperava até menos, em função de tantas criticas que li, e depois dessa experiencia, com certeza terei um com um nó maior, pelo menos 24mm.

photo_2018-07-02_20-22-48

photo_2018-07-02_20-22-41

Se você se interessar procure no E-Bays ou na https://www.giftsandcare.com/es/ uma loja espanhola com bastante variedade e ótimos preços.

Conclusão: Este é um pincel que se encaixa exatamente entre entre os de pelo de porco e os de texugo, este em especifico é mole e confortável, se você quer testar um picel de cavalo, eu recomendo que comece com um pincel barato como esse, alias pincel de barbear no Brasil é um problema, os nacionais são um lixo, e os importados caros, então se você não tem pressa, é uma boa opção.

Deixa sua duvida ou seu comentário, responderemos com o maios prazer.

Loção pós barba Pinaud Clubman

O assunto deste post é loção, o meu assunto preferido no barbear clássico, e eu vou escrever sobre uma das mais clássicas, é um loção americana, Pinaud Clubman.

Mas por que loção “clássica”? Nós no nesse mundo de Wetshaving consideramos essas loções antigas, as clássicas, dentre elas, Aqua Velva e Oldspice, e para se ter uma noção de quão antiga a Pinaud é, vou repassar um pouco da história deles, a empresa Pinaud foi fundada em 1810 por Eduar Pinaud, e Clubman é o nome da primeira e atual linha de produtos, com o sucesso dos produtos, foi contratado um artista francês para criar os rótulos que são os que estampam todas as embalagens até hoje, proporcionando aquele “ar” retrô.

Durante a era farmacêutica do início de 1900, os produtos da Pinaud conquistaram popularidade e aclamação internacionalmente. A American International Industries em Los Angeles, Califórnia, adquiriu a marca e sua linha Clubman há mais de 30 anos. Hoje, mais de 200 anos desde a sua estreia, o Clubman oferece uma ampla variedade de produtos masculinos populares para cuidados pessoais que permanecem fiéis à herança da marca, ao mesmo tempo que trazem para o mercado os itens essenciais impulsionados pelas tendências do mercado. Colônias Clubman e aftershaves variam de clássico e sutil, exótico e inebriante.

Embora a Loção After Shave mais vendida tenha mantido a popularidade com sua mistura clássica de fragrâncias, os fãs do Clubman também adoram os aromas característicos da marca, como o Bay Rum, o Classic Vanilla e o Musk. Os veteranos da marca Lilac Vegetal After Shave Lotion e Eau De Quinine Cologne alcançaram a longevidade, uma vez que permanecem padrões no mercado hoje. Os fãs do Clubman ao longo da vida Bob Hope, Kirk Douglas e Donald Trump lealdade para com a marca prova que a qualidade excepcional transcende o tempo e nunca sai de moda.

Agora vou falar do produto mais popular da marca, a loção pós barba, que recebe o nome da empresa, Pinau Clubman, eu conheci essa loção há mais ou menos 3 anos, peguei uma garrafa de plástico ( hoje a marca só usa plástico mas no passado eram de vidro) de 133ml pelo absurdo de 120,00 (ela custa 8,00 dólares ) e foi no mercado livre, mas valeu cada centavo.

A embalagem – segue o design original com o rótulo original deixando o visual do produto bem retrô, é oferecida em 4 tamanhos 133ml, 236ml, 370ml e 473ml essa de 236ml é promocional e mais difícil de encontrar.

A fragrância –  segundo o frabricante é francesa, é bem forte e muito persistente, na minha opinião o melhor barbershop de todas as loções, mas cheiro é algo muito subjetivo e particular, e o que seria “barbershop” ? É a fragrância que tenta imitar o cheiro de uma barbearia, então essa loção tem bastante musk, deixando uma forte sensação de conforto, e um cheiro bem atalcado, as barbearias de antigamente usavam muito talco após cortarem o cabelo e a barba dos clientes, esse cheiro se espalhava e se misturava com outros cheiros, e essa loção pra mim é exatamente isso, me senti numa barbearia antiga, eu quando moleque ainda cortei meu cabelo em barbeiros, essa moda voltou, mas os cheiros não são os mesmos.

Não posso deixar de citar que pelo musk, pela sensação atalcada e bem retrô, muita gente não gosta, é uma fragrância datada, mas se não fosse boa, não seria o produto de maior sucesso da marca até hoje!

O desempenho – é uma loção com muito álcool e muita fragrância, então prepare-se para aquela sensação de queimar ( que eu adoro), se o barbear foi irritante vai arder muito, se foi um barbear tranquilo, você não sentir quase nada, como já citei o cheiro é persistente, então ela serve como uma colonia.

Fórmula.

  • Alcohol Denat.
  • Water (Aqua, Eau)
  • Fragrance (Parfum)
  • Benzyl Alcohol
  • Benzyl Benzoate
  • Benzyl Salicylate
  • Citral
  • Citronellol
  • Limonene
  • Geraniol
  • Hydroxycitronellal
  • Linalool
  • Evernia Prunastri (Oak Moss) Extract
  • Evernia Furfuracea (Treemoss) Extract
  • Yellow 5 (CI19140)
  • Yellow 6 (CI15985)

clubman4

Você vai sentir a pele ser literalmente lacrada, seus poros abertos pela lâmina, vão se fechar instantaneamente, e a pele fica com um toque aveludado.

photo_2018-06-24_19-32-08

Sim eu gosto de mais dessa loção, e hoje mesmo no mercado livre os preços caíram bem, mas eu comprei a primeira aqui e o resto pelo Ebay, e tenho dessa loção para alguns anos.

Deixe sua comentário ou sua dúvida, lhe responderemos com o maior prazer.

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml