Barbeador Edwin Jagger DE89 Barley – análise

Fala, galera! Kell novamente.

Nesse post vou tecer uma breve análise do barbeador Edwin Jagger DE89 Barley. Até onde eu sei, os cabeçais dessa marca (ou pelo menos a grande maioria deles) são iguais, variando os cabos de modelo pra modelo. No site onde comprei (Shaving ie) ela estava custando, na época, cerca de 20 euros. No conjunto com um pincel Semogue 1800 mais o valor do frete, saiu tudo por cerca de 140-150 reais e, devo dizer, foi um ótimo negócio.

Agora ao barbeador em si. Esta máquina faz parte do trio de barbeadores mais recomendados para iniciantes, que contém ainda a Muhle R89 e a Merkur 34c (ou HD). Estes costumam estar sempre entre os mais recomendados nos fóruns e blogs, pra quem deseja iniciar neste hobby. E não é à toa. Levando em conta a DE89, devo dizer que é um aparelho bem tranquilo de se usar, fácil de achar o ângulo de uso, e bem permissivo quanto aos erros da mão, permitindo que um novato como eu tenha uma boa adaptação.

Vamos às impressões. O aparelho vem em uma caixinha preta da Edwin Jagger, de papel cartão, eu acho. Veio muito bem acondicionado, acompanhada de um folheto com a apresentação dos demais produtos da empresa. Não lembro se tinha isto descrito no site onde comprei, mas, acompanhando o aparelho veio uma caixinha com 5 lâminas Feather.

Os barbeadores da Edwin Jagger são famosos nos fóruns pela sua boa construção e acabamento. Mas, sinceramente, não achei que seria tanto. O acabamento é impecável. Todas as partes do aparelho são cromadas, inclusive as que não ficam visíveis durante o barbear; não notei nenhuma falha de acabamento.

Sobre o tamanho, não cheguei a medi-lo, nem achei as dimensões no site da empresa. O que vou colar aqui são informações que achei na internet.

Overall length: 95 mm
Cutting head width: 42 mm
Cutting head depth: 25 mm
Handle diameter: 12.5 mm
Knob diameter: 12.5 mm

O peso aferido na minha balança culinária foi de 78g.

A pegada do barbeador é ótima. Ele tem uma espécie de recartilhado no cabo, não muito profundo. Não escorrega com as mãos molhadas. Sobre o balanço, o peso tende a ser um pouco mais para o lado do cabeçal. De modo geral, a manuseabilidade é ótima, permitindo barbear sem colocar absolutamente nenhuma pressão.

Seu cabeçal é closed comb (pente fechado) que, por tudo o que li, era o mais indicado para iniciantes. Escolha acertada. Para falar sobre a agressividade, reporto-me ao aparelho que vinha usando antes da DE89 chegar, um chinês comprado por 5 reais na feira. Este último era extremamente agressivo. Quase toda vez me cortava e toda vez acabava com uma irritação monstra no pescoço. Dito isto, a EJ De89 é muito mais suave. Tive um excelente barbear com 3 passadas + retoques. Só me cortei porque exagerei passando na região do bigode múltiplas vezes sem espuma. Pelo nível de suavidade do aparelho, acredito que seja bem aplicável a uma frequência diária de uso.

Como já mencionado, não precisa nenhuma pressão. O peso do cabeçal junto com o aparelho faz o serviço. Corta de maneira suave e confortável, desde que se mantenha o cuidado de não pressionar. Também é bastante fácil de achar o ângulo adequado.

Para encerrar, como já disse em um post anterior (Crônicas de um iniciante), não vale a pena você querer economizar demais e comprar um barbeador chinês meia boca, porque vai trazer resultados ruins. O barbeador é talvez o item mais importante do barbear tradicional, então vale a pena gastar um pouco a mais nele. E se parar pra pensar, acabou saindo por cerca de 80 reais no máximo (escapei da Receita), então a relação de custo e benefício foi excelente.

Talvez ao longo do tempo você, caro leitor, perceba que precisa de algo mais agressivo, ou queira comprar mais aparelhos pra testar e tudo mais, mas, pela qualidade do produto, pode até ser que você consiga ficar só com ele e ser bem feliz!

Abraço, e até a próxima!!

 Clique no link e receba nossas atualizações
Subscribe to BarbeandoCast by Email

Anúncios

Safety Razor Merkur Progress

A Merkur Progress tem um design clássico assim como a maioria dos aparelhos de barbear ditos “antigos”, as safety razors. Esta excelente máquina está na seção das ajustáveis, ou seja, a exposição da lâmina é variável.

banner

Fundada em 1906 pelo Sr. Dorp e Sr. Voos na pequena cidade de Solingen, a empresa DOVO era uma simples fábrica de máquinas de barbear. Nos anos 30 a fábrica acompanhou o crescimento da cidade e expandiu os seus negócios pela Europa e, após a Segunda Gerra Mundial, a DOVO buscou agregar mais valor ao seu negócio adquirindo empresas de produtos de barbear, entre elas estava um dos seus principais fornecedores fundado em 1896 por Emil Hermes: a Merkur. Curiosidade: a imagem da Merkur, o perfil com um capacete alado, faz referência ao deus grego Hermes (em homenagem ao fundador Emil Hermes), ou Mercúrio na mitologia romana, que era o mensageiro dos deuses.

Atualmente a Merkur possui uma boa variedade de safety razor, a conhecida e preferida de muitos 34c, o conceito slant através da 37c e 39c, as ajustáveis representados pela Futur e Progress entre outras.

3
Merkur Progress (cabo longo)

A Merkur Progress, foco deste post, tem um design mais clássico se comparada à Futur, é encontrada atualmente em dois tamanhos: uma com 88 mm e outra com 105 mm, sendo essa diferença o tamanho do cabo. Composta de duas peças a Progress apresenta 5 níveis de ajustes regulados por uma peça plástica amarela localizada na extremidade inferior do cabo, girando-a é possível elevar ou abaixar a tampa de forma que a lâmina fique mais ou menos exposta, isso lhe entrega uma máquina suave com menos exposição da lâmina e também uma mais agressiva com mais exposição da lâmina, apenas trabalhando com a sua regulagem.

duas_progress
Comparativo entre  as Merkur Progress cabo longo e cabo curto

Iniciei no barbear clássico com uma Muhle R89, reconhecida por sua suavidade, com poucos meses de uso buscava uma safety razor um pouco mais agressiva, com uma exposição um pouco maior da lâmina pois sentia que conseguiria um barbear um pouco mais eficiente além, claro, da curiosidade de experimentar outros aparelhos. Em algumas semanas estava eu com uma Progress de cabo curto, máquina perfeita, excelente acabamento, robusta, equilibrada e que me dava barbeares surpreendentes. Me adaptei bem ao seu cabo, considerado por alguns como um cabo liso e sem aderência, pra mim correu sem problemas para suportar as suas 94 gramas. Gostei tanto da máquina que em mais algumas semanas lá estava eu com Progress de cabo longo, com um cabo um pouco maior e levemente mais pesada (101 gramas), esta foi tão satisfatória quando a anterior.

O barbear com a Progress é muito confortável, pensei que teria problemas para me adaptar à uma safety razor com ajuste mais agressivo já que a minha experiência vinha de uma máquina suave (Muhle R89), mas por ser uma máquina muito versátil, ela trabalha bem com uma grande variedade de lâminas e tudo foi na mais perfeita ordem.

Vendi a Progress de cabo curto a alguns dias, pois comprei a de cabo longo para ficar apenas com esta, mas confesso que com as duas em mãos hesitei várias vezes em me desfazer de qualquer uma delas. Alguém perguntaria: mas elas não são iguais? Praticamente sim, mas eu não saberia informar com clareza o que me fazia querer ficar com as duas. Enfim, venci o próprio egoismo e repassei a primeira à um grande confrade do blog.

Me desfazer hoje da Merkur Progress de cabo longo? Talvez, quem sabe para comprar a de cabo curto novamente. 😉

Referencias
merkur-razors.com

 Clique no link e receba nossas atualizações
Subscribe to BarbeandoCast by Email

Barbeador Ikon Shavecraft Tech (Ikon Tech)

1. Apresentação – Ikon Tech Close Comb

2. Preço – Eu comprei somente cabeça de um grande amigo num preço para irmão o qual não vale a pena ressaltar aqui, o preço de mercado é de 40,00$ dólares.

3. Construção – é uma cabeça de 2 peças fabricada em alumínio aeronáutico através de torno CNC de alta precisão, creio que a liga desse alumínio seja 6065, a mais comum usada em aviões, mas é apenas uma suposição.


4. Dimensões e peso – esse é um ponto mais complicado, não tenho balança e não consegui essas especificações nem no site do fabricante, mas a cabeça tem 42mm de comprimento, o suficiente para não deixar nada da lamina exposta.

5. Maneabilidade – não adquiri a máquina completa, mas uso com o cabo da minha Gillette Ball End que tem um peso muito bom e a maneabilidade foi boa, mas com certeza vou adquirir um cabo especifico para ela.

6. Cabeçal e agressividade – Não se deixe enganar pelo visual “bonzinho” deste barbeador, mesmo sendo pente fechado é um barbeador extremamente agressivo, requer cuidados extras, há muitos comparativos na internet com a Muhle R41, e em sua maioria os usuários reportam que esse barbeador é mais agressivo, e eu concordo, e tenho propriedade para isso, usei durante 2 meses minha R41 como meu barbeador diário, essa Ikon não é um pouco, mas é bem mais agressiva, está mais próxima ou igual a R41 2011, segundo os confrades que possuem os dois barbeadores. O acabamento é perfeito, o alumínio é fosco e durante o barbear tem um barulho bem típico das maquinas em alumínio.

7. Considerações – você gosta de barbeadores agressivos? Então você vai gostar dessa máquina, do contrário eu não recomendo que você gaste dinheiro e tempo na compra desta cabeça, meu primeiro uso foi com Fheater, tsc…tsc…tsc…foi ai que percebi o quão agressiva é essa máquina, me dou bem com minha R41 + Feather, mas com essa máquina não, a melhor lamina foi Derby, a suavidade desta lamina proporcionou um bom equilíbrio, outro ponto interessante é a precisão do corte, adorei, essa cabeça é “slim” e se adapta bem aos cantos mais justos como na base do nariz, como a lâmina é muito exposta não é difícil de encontrar o angulo de “ataque” correto, dá para até tentar uma mudança de angulo, e modificar o corte, mas não há espaço para erros, recomendo essa máquina com ressalvas, é uma ótima escolha para usuários experientes e com pele resistente e apreciem agressividade. A R41 foi apelidada de Shark e essa eu chamo “The Beast” apelido dado pelo TSE, youtuber.
 
Amigos espero que gostem, abraços.

20160716_102540_richtonehdr
Exposição da lâmina

79a62aad-deeb-4774-9060-583783c70675

ikon
Comparação de exposição com Muhle R41

#ikonrazors #barbeador #barbearclassico #IkonShavecraft

 Clique no link e receba nossas atualizações
Subscribe to BarbeandoCast by Email

Barbeador – Muhle R41/R101

Fiz a descrição dessa máquina como R41/R101, porque na realidade são a mesma coisa, a diferença está exclusivamente no cabo, mas o cabeçal é idêntico em ambos os modelos.

Se olharem avaliações/reviews dessa safety razor, verão que muitos a chamam de shark por se tratar de uma máquina de pente aberto (open comb) considerada uma das mais agressivas máquinas produzidas.

Esclareço que essa fama de agressividade veio com o modelo 2011 que era diferente da grande maioria das que encontramos a venda atualmente que são do modelo de 2013, o modelo 2011 tinha maior exposição de lâmina e dai veio sua fama.

Já o modelo 2013, foi reduzida a exposição de lâmina o que a tornou digamos um pouco mais suave, mas ainda assim é uma máquina considerada muito agressiva.

As safety razors produzidas pela Muhle tem acabamento primoroso, o que lhes garante muita beleza ao comparar com outras marcas, assim, a R41 não é diferente nesse quesito como podem observar das fotos adiante.

r41
Muhle R41
r41-2
Destaque do cabeçal
r41-11-13
Esquerda R41 – 2011                   Direita R41 – 2013

Feitas essas considerações, passarei a discorrer sobre o modelo de 2013 que é o modelo que tenho e testei.

Essa máquina foi a terceira safety razor que adquiri e foi utilizada diariamente por mim por um bom tempo e tornou-se uma minha máquina double edge favorita, de maneira que com um pouquinho de técnica e cuidado permite excelentes barbeares, mesmo utilizando-se lâminas muito afiadas como a Feather.

Trata-se de uma máquina de 03 (três) peças, que permite a instalação da lâmina com muita facilidade sem maiores riscos de desalinhamento na sua instalação.

Usando mínima pressão durante o barbear ela proporciona um barbear muito rente com poucas passagens, o que diretamente impõe redução de irritação na pele no pós barbear.

Não recomendo essa máquina para iniciantes diante da sua agressividade e principalmente por não permitir descuidos com pressão excessiva durante o barbear, mas com um pouco de técnica, com certeza é um ótimo investimento pela sua eficiência e pelo seu acabamento.

  Clique no link e receba nossas atualizações
Subscribe to BarbeandoCast by Email

Barbeador MULCUTO Diagonal Slant Safety Razor NOS Germany 1930s scarce

Hoje, venho falar desta máquina fantástica, MULCUTO Diagonal Slant Safety Razor NOS Germany 1930s scarce.

Adquiri no eBay por volta de uns $63,00 dólares, veio em uma caixa de papelão, enrolada num papel.

É uma máquina de 3(três) peças, o matérial dela se chama Plaskon(um tipo de plástico alemão) não é o mesmo que Bakelite, é uma material mais durável e resistente que o Bakelite. É uma maquina bastante leve, para quem gosta de sustância, melhor passar longe.

Por ser uma máquina muito leve, não é perceptível o balanço, o cabo tem um bom grip, encaixa muito bem na mão.

O cabeçal desta máquina inspirou a Ikon Shave Craft #102, não é uma máquina muito agressiva e nem muito suave, se for para comparar numa máquina ajustável, seria na regulagem 3(três).

img_1591

A mudança da lâmina é igual as máquinas de 3(três) peças, nada de diferente.

Esta belezinha surpreendeu-me muito, ela dá um barbear muito rente e BBS garantido. Todo cuidado deve ser tomado com essa máquina, a pressão sobre ele, tem que ser 0(zero), se colocar muita pressão, aí o estrago vai ser grande. Por ser bastante leve, tendemos a aplicar pressão. Não considero essa máquina para iniciantes. Gostei bastante dessa máquina e da sua agressividade, recomendo facilmente, para que tiver oportunidade de adquirir uma, vá em frente não se arrependerá, salvo para os que gostam de sustância.

Um grande abraço, e até aproxima!!!

 Clique no link e receba nossas atualizações
Subscribe to BarbeandoCast by Email

Barbeador Black Hawk Single Edge

1487973686786-1025850512

Meu primeiro barbeador Single Edge, pra quem não esta acostumado com esses termos em inglês “single edge” significa borda única, esses barbeadores usam lâminas japonesas que só cortam de um lado

137858d1376514203-feather-pro-vs-super-pro-artist-club-blade-specifications

Essas laminas tem caracteristicas singulares, são mais compridas que as “giletes” são mais rigidas, muito afiadas e ao mesmo tempo muito suaves.

Esse barbeador em especifico é maravilhoso, suave e incrivelmente eficiente, com duas passadas consegui um barbear ultra rente com um minimo de dano à pele, é o mais barato de todos nesta categoria, alias esse é um problema desses barbeadores, geralmente são caros, a Black Hawk pode ser importado pelo valo que gira em torno de 130,00, mas é claro ainda pode ser taxado pela Receita federal, mas mesmo assim é a opção mais barata e não deixa de ser um ótimo barbeador, prepare-se par mudar seus conceitos ao utilizar esse tipo de barbeador, as Single Edge vieram pra quebrar paradigmas!

 Clique no link e receba nossas atualizações
Subscribe to BarbeandoCast by Email