A loção pós barba mais odiada?

Olá caros amigos e seguidores, outra vez para falar do assunto que é o meu preferido, loção pós barba, e hoje a loção apresentada, é a mais controversa de todas, ela não faz parte do rol dos produtos, ame ou odeie, acho difícil alguém amar de fato essa loção, mas gostar é possível, como eu gosto, vou escrever desta vez sobre Lilac Vegetal.

A maioria do grupo que temos no Telegran, não gosta dela, diga-se de passagem, a maioria esmagadora, essa é mais uma loção vintage, mas ela desagrada a todas as idades, desdes o mais jovens até os mais velhos, ela agrada os bem mais velhos, minha mãe de 76 anos gosta, no grupo costumamos dizer que depois de se barbear e passar essa loção, você esta pronto para ir ao baile da terceira idade e arrebentar.

O nome da loção e sua fragrância vem desta flor, que não é comum por aqui.

lilac-4

Lilac em sua tradução do inglês significa, Lilás, mas seu nome fora dos EUA é Syringa e existem muitas variações, muitas especies, é fácil encontrar Lilac na América do Norte, elas parecem ter estado sempre na América, mas na verdade são nativas da Europa e Ásia. Os colonizadores europeus  trouxeram seus amados arbustos lilases para a América na década de 1750. Lilacs não são apenas bonitos, mas incrivelmente perfumados, algumas pessoas preferem o perfume dos lilases ao das rosas.

Frascos Vintage da direita é da deca de 30 o da esquerda é ainda mais antigo, e raríssimo por que é da loção francesa, posteriormente e Pinaud passou a fabricar nos EUA, ambos em vidro, hoje são de plastico.

A loção é mais um produto da Gigante Pinaud, que fabrica muitos produtos, e tem o cheiro dessa flor, uma fragrância forte e bem aromática bem floral mesmo e muito persistente, tem uma ótima fixação, o que passa a ser um pesadelo para aqueles que não gostam, é uma loção com bastante álcool em sua formula, e essa junção de bastante álcool e bastante óleo essencial faz com que essa loção te passe a sensação de “queimar” ou melhor, arde intensamente, se o seu barbear teve irritação, eu nem aconselho usar ela.

photo_2018-11-07_21-04-32

O ponto desse produto é o tratamento que proporciona a pele, ela literalmente “lacra” os poros imediatamente e deixa uma sensação sedosa muito agradável, um das melhores sensações pós de todas as loções que tenho, mas tenho que admitir, não da pra usar essa loção todo dia, e muito menos em dias quentes, pelo menos eu não aguento, ate curto o cheiro, mas eu considero bem exótico.

Fórmula:

wpid-wp-1443873214724
http://thecloseshave.com/pinaud-clubman-lilac-vegetal-review/Insira uma legenda 

Você não vai achar pra comprar com facilidade aqui no Brasil, talvez no mercado livre e bem eventualmente, a minha peguei no Ebay, pelo print abaixo sai em torno de 50,00 por 177ml um ótimo valor. Esse print foi feito em 07/11/2018

lilac

Se você chegou até aqui, deixo meu muito obrigado, curta comente, ficaremos felizes em lhe responder.
Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

O Melhor creme de barbear vendido no Brasil?

Olá amigos, cá estou eu novamente, demorei um pouco mas voltamos para mais um post, o título do post é um tanto subjetivo, mas para mim o Creme Macarrot vendido pela The Body Shop é o melhor que temos disponível em terras brasileiras.

Ele concorre diretamente com o creme francês Cade, da Loccitane porém eu prefiro o Macarroot.

Temos bons cremes fabricados aqui, como Fixmodell e Palmindaya, mas na minha opinião são apenas bons, com formulas simples, fazem bem o papel, mas se você quer algo diferenciado, o Macarrot é o caminho.

Este creme é fabricado na Inglaterra, terra dos cremes de barbear, os ingleses fazem excelentes cremes como Dr. Harris, Taylor of old Bond street, Geo F. Trumpers (prometo que falarei desses cremes em posts futuros) dentre outros tantos, mas por que ele tem esse nome? Eis o que o fabricante diz:

Creme de barbear com raiz de Maca Peruana, óleo de Castanha-do-Pará, Gergelim e Aloe Vera, que suaviza e prepara a pele para um barbear mais preciso e confortável. Com propriedades cicatrizantes, deixa a pele hidratada e com uma sensação refrescante.
Validade mínima de 6 meses

Vamos falar do creme, é um pote de 200ml e 180g, é creme que não acaba mais, alem de tudo ele rende muito, uma pequena quantidade cria muita espuma e de ótima qualidade, então o preço elevado 89,00 (na data de publicação do post) acaba compensando.

Fragrância – esse é sempre um ponto complicado, esse creme tem um cheiro forte, bem de cosmético mesmo, me agrada, mas no meio “barbístico” ele é ame ou odeie.

Performance – Protege bem e tem um ótimo deslize , ou seja, a lâmina escorrega com facilidade pelo rosto e tende a irritar menos, mas os cremes não fazem milagres, se você usar uma lamina ruim, ou fizer muita pressão terá irritação na certa, mas este é sem duvida um creme com uma performance acima da média, essa é a minha opinião.

photo_2018-09-25_22-32-20

Espumabilidade – esse é um termo totalmente “barbístico” se refere a facilidade de se cria espuma, e neste ponto o Macarrot é muito bom também, sempre deixarei minha dica de como criar uma boa espuma se você não tem pratica. Comece a fazer os movimentos giratórios seja no Bowl ou no rosto com o pincel apenas úmido, e vá adicionando água aos poucos, da um pouco mais de trabalho, mas você chegará no ponto desejado com muita facilidade, e esse é um creme que precisa de pouca água, então tenha atenção a isso, espuma aguada, muito fina e cheia de bolhas, manda pro ralo e faça novamente.

bem é isso pessoal, é uma pena que tenhamos apenas esse creme importado disponível no Brasil, mas o Macarrot representa muito bem o time da escola inglesa de cremes de barbear, nós não somos patrocinados, por isso preferi não colocar o nome dele no título, muito menos compartilhar os links da The Body Shop, se você tiver interesse, basta usar o google.

Se você chegou até aqui, deixo meu muito obrigado, curta comente, ficaremos felizes em lhe responder.
Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

Lâminas de barbear 7’O Clock

Um pouco de informação sobre as ótimas laminas de barbear 7’O Clock

Olá caros leitores, este será mais um post sobre lâminas, e desta vez sobre as “famosas” Gillette 7’O Clock, coloquei o adjetivo entre aspas, por que são famosas entre nós, amantes de um bom barbear, se você sair perguntando por ai sobre essas lâminas, vai quebrar a cara, eu não tenho certeza, mas acho que elas nunca foram vendidas aqui, mas posso estar errado, peço aos colaboradores e seguidores do blog que me corrijam, se tiverem mais informações.

Falando em informações, barbaridade, tentei saber algo sobre a história desse nome, a história dessa marca, mas ô coisa difícil, encontrei pouca coisa, e os amigos do grupo, Afonso e Hugo deram uma ajudinha, eu gosto de trazer esse tipo de informação, mas desta vez vou ficar devendo, o pouco que sei é que essa marca era inglesa, registrada em 1914 depois foi comprada pela gigante Gillette ( pra variar) entre as décadas de 20 e 30 e sua produção saiu da Inglaterra, o nome 7’O Clock insinua que você vai se barbear pela manha e até a 7’O Clock sua barba ainda estará rente.

Hoje a Gillette tem 4 modelos de lâminas 7’O Clock, 2 fabricados na Rússia, e 2 fabricados na Índia, o por que? Eu “chuto” que seja por questões logísticas, só que as lâminas acabam sendo diferentes, a matéria prima, o aço, com certeza é diferente entre a Russa e a Índia, o aço indiano é muito famoso pela sua qualidade, o mercado consumidor também, então essas lâminas tem afiações e coberturas diferentes.

Antes de seguirmos em frente aqui temos 2 imagens das embalagens antigas.

7oclock

A imagem acima é de uma caixinha quando a marca ainda não pertencia a Gillette

G7oclockvintage

A imagem acima é da embalagem nova, agora já pertencendo a Gillette, mas ainda sem nome do novo dono grafado.

Vamos começar a mostrar as atuais

Super Stainless – Fabrica na Rússia em St Petesburgo, não tem muita informação da caixa, a não ser o nome Super Inoxidável, muito afiada e confortável ao mesmo tempo, foi durante um bom tempo a minha preferida.

777

4

WIN_20180717_20_00_20_Pro

Shrap Edge – também fabricada na Rússia em St Petesburgo e o nome diz “borda afiada” gosto muito dessa lâmina também, semelhante a sua irmã de caixa verde bem afiada e bem confortável.

777

1

WIN_20180717_20_03_17_Pro

Super Platinum – Fabricada na ìndia, e a minha favorita hoje sem dúvida alguma, afiada suave e muito durável, consigo 5 barbeares com muito conforto, mas com o aumento da procura, se tornou a mais cara das 4.

777

3

WIN_20180717_20_07_09_Pro

Permasharp Stainless – não se engane, parece a russa mas não é, essa também é fabricada na Índia, fui ludibriado, e foi uma boa surpresa, eu estava no E-Bay procurando as russas, achei um anuncio com bom preço e comprei, a foto do anuncio era da russa, mas as que vieram foram as indianas, xinguei muito, mas depois de testar, aprovei, bom fio, confortável e a mais barata das 4.

777

2

WIN_20180717_20_11_23_Pro

photo_2018-07-17_20-20-41

777

Talvez não seja possível identificar grandes diferenças pelas fotos dos gumes, mas posso garantir a vocês que cada lamina tem suas características, é necessário ter todas? Claro que não, os entusiastas como eu gostam de testar tudo, mas você pode encontrar a que melhor se adapta a sua barba e a sua pele, e comprar só ela, para fazer testes, no E-Bay tem muitos anúncios com amostras de lâminas.

777

Se você se interessou em adquirir essas lâminas, o caminho é a importação, seja pelo E-Bay ou por lojas já indicadas no blog como a Maggards (USA) Gifts & Care (SPAIN) dentre outras.

Pra finalizar digo que adoro todos os 4 modelos, 2 características comuns as 7’O Clock são o ótimo fio e a suavidade que esta relacionado ao tipo de polímero o qual a lamina é banhada, o problema dessas lâminas é a dificuldade de consegui-las e o preço, a fama delas já correu o mundo, e como o Wetshaving tem crescido em alguns países, a procura por bons produtos aumentou também, e com essa procura o preço subiu consideravelmente.

Se você chegou até aqui, deixo meu muito obrigado, curta comente, ficaremos felizes em lhe responder.

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

Pincéis de pelos de cavalos?

s646922585900369517_p2078_i6_w731

Pode parecer estranho de início, mas os pinceis de pelo cavalo são bastante antigos, e eles estão voltando depois de um hiato de quase 100 anos, após um surto de Antrax durante a primeira guerra mundial, e embora ainda seja relativamente difícil de encontrar comparado com os pinceis de texugo e porco, esses pincéis possuem algumas características únicas.

O primeiro ponto que quero ressaltar é fator “animal” os pelos são retirados ou da crina ou da cauda dos cavalos, o animal não é machucado ou morto, como acontece como o Texugo e o javali, então se você não usa pelo animal pelo fato dos animas serem sacrificados ou “torturados” o pelo de cavalo pode ser uma saída.

Meu relato é baseado no pincel que adquiri, mas tenho lido em outros blogs e fóruns, que pinceis de cavalo podem ser tão macios quanto um pincel de texugo, o meu pincel é um Vie Long 12601 com um nó de 21mm, o qual eu irei detalhar mais adiante.

Quando comecei a pesquisar antes de fazer a compra, encontrei alguns relatos negativos e eu vou pontuar todos eles aqui e comparar com o meu pincel.

Os pelos enroscam – vi vídeos em que os pelos embaraçam e necessitam ser penteados, algumas pessoas chegam a indicar lavar o pincel com condicionador de cabelos, fiz vários testes, varias barbas, e até agora no meu pincel não ocorreu esse problema, mas mesmo que ocorresse, não seria o fim do mundo pentear depois do barbear, mas usar condicionador é uma exagero na minha opinião.

Cheiram mal – isso é comum também aos pinceis de porco principalmente e menos comum aos de texugo, o meu pincel veio um pouco fedido sim, mas uns 3 usos depois não senti mais nada.

Pelos pinicam – o meu picel de fato pinica um pouco, mas muito menos que o Omega 10048 por exemplo

Agora vou falar do meu pincel, eu adquiri no E-bay, foram meros 40,00 reais, tem um nó pequeno, apenas 21mm, são pelos pretos e brancos, a altura total do pincel é de 94mm, seu peso é de 35g, o cabo é em resina maciça com ótima pegada e bom peso, a marca Vie Long é espanhola e com bastante tradição em pinceis em geral e principalmente com pelos de cavalo, alias os espanhóis apreciam muito esse tipo de pincel.

photo_2018-07-02_20-23-16

Por ser pequeno não gostei de fazer espuma no rosto, não rende, mas no bown foi muito tranquilo, os pelos retem mais agua do que os de texugo e porco, isso deixa ele mais floppy, mais mole com pouco back-bone, no geral eu gostei do pincel, esperava até menos, em função de tantas criticas que li, e depois dessa experiencia, com certeza terei um com um nó maior, pelo menos 24mm.

photo_2018-07-02_20-22-48

photo_2018-07-02_20-22-41

Se você se interessar procure no E-Bays ou na https://www.giftsandcare.com/es/ uma loja espanhola com bastante variedade e ótimos preços.

Conclusão: Este é um pincel que se encaixa exatamente entre entre os de pelo de porco e os de texugo, este em especifico é mole e confortável, se você quer testar um picel de cavalo, eu recomendo que comece com um pincel barato como esse, alias pincel de barbear no Brasil é um problema, os nacionais são um lixo, e os importados caros, então se você não tem pressa, é uma boa opção.

Deixa sua duvida ou seu comentário, responderemos com o maios prazer.

Loção pós barba Pinaud Clubman

O assunto deste post é loção, o meu assunto preferido no barbear clássico, e eu vou escrever sobre uma das mais clássicas, é um loção americana, Pinaud Clubman.

Mas por que loção “clássica”? Nós no nesse mundo de Wetshaving consideramos essas loções antigas, as clássicas, dentre elas, Aqua Velva e Oldspice, e para se ter uma noção de quão antiga a Pinaud é, vou repassar um pouco da história deles, a empresa Pinaud foi fundada em 1810 por Eduar Pinaud, e Clubman é o nome da primeira e atual linha de produtos, com o sucesso dos produtos, foi contratado um artista francês para criar os rótulos que são os que estampam todas as embalagens até hoje, proporcionando aquele “ar” retrô.

Durante a era farmacêutica do início de 1900, os produtos da Pinaud conquistaram popularidade e aclamação internacionalmente. A American International Industries em Los Angeles, Califórnia, adquiriu a marca e sua linha Clubman há mais de 30 anos. Hoje, mais de 200 anos desde a sua estreia, o Clubman oferece uma ampla variedade de produtos masculinos populares para cuidados pessoais que permanecem fiéis à herança da marca, ao mesmo tempo que trazem para o mercado os itens essenciais impulsionados pelas tendências do mercado. Colônias Clubman e aftershaves variam de clássico e sutil, exótico e inebriante.

Embora a Loção After Shave mais vendida tenha mantido a popularidade com sua mistura clássica de fragrâncias, os fãs do Clubman também adoram os aromas característicos da marca, como o Bay Rum, o Classic Vanilla e o Musk. Os veteranos da marca Lilac Vegetal After Shave Lotion e Eau De Quinine Cologne alcançaram a longevidade, uma vez que permanecem padrões no mercado hoje. Os fãs do Clubman ao longo da vida Bob Hope, Kirk Douglas e Donald Trump lealdade para com a marca prova que a qualidade excepcional transcende o tempo e nunca sai de moda.

Agora vou falar do produto mais popular da marca, a loção pós barba, que recebe o nome da empresa, Pinau Clubman, eu conheci essa loção há mais ou menos 3 anos, peguei uma garrafa de plástico ( hoje a marca só usa plástico mas no passado eram de vidro) de 133ml pelo absurdo de 120,00 (ela custa 8,00 dólares ) e foi no mercado livre, mas valeu cada centavo.

A embalagem – segue o design original com o rótulo original deixando o visual do produto bem retrô, é oferecida em 4 tamanhos 133ml, 236ml, 370ml e 473ml essa de 236ml é promocional e mais difícil de encontrar.

A fragrância –  segundo o frabricante é francesa, é bem forte e muito persistente, na minha opinião o melhor barbershop de todas as loções, mas cheiro é algo muito subjetivo e particular, e o que seria “barbershop” ? É a fragrância que tenta imitar o cheiro de uma barbearia, então essa loção tem bastante musk, deixando uma forte sensação de conforto, e um cheiro bem atalcado, as barbearias de antigamente usavam muito talco após cortarem o cabelo e a barba dos clientes, esse cheiro se espalhava e se misturava com outros cheiros, e essa loção pra mim é exatamente isso, me senti numa barbearia antiga, eu quando moleque ainda cortei meu cabelo em barbeiros, essa moda voltou, mas os cheiros não são os mesmos.

Não posso deixar de citar que pelo musk, pela sensação atalcada e bem retrô, muita gente não gosta, é uma fragrância datada, mas se não fosse boa, não seria o produto de maior sucesso da marca até hoje!

O desempenho – é uma loção com muito álcool e muita fragrância, então prepare-se para aquela sensação de queimar ( que eu adoro), se o barbear foi irritante vai arder muito, se foi um barbear tranquilo, você não sentir quase nada, como já citei o cheiro é persistente, então ela serve como uma colonia.

Fórmula.

  • Alcohol Denat.
  • Water (Aqua, Eau)
  • Fragrance (Parfum)
  • Benzyl Alcohol
  • Benzyl Benzoate
  • Benzyl Salicylate
  • Citral
  • Citronellol
  • Limonene
  • Geraniol
  • Hydroxycitronellal
  • Linalool
  • Evernia Prunastri (Oak Moss) Extract
  • Evernia Furfuracea (Treemoss) Extract
  • Yellow 5 (CI19140)
  • Yellow 6 (CI15985)

clubman4

Você vai sentir a pele ser literalmente lacrada, seus poros abertos pela lâmina, vão se fechar instantaneamente, e a pele fica com um toque aveludado.

photo_2018-06-24_19-32-08

Sim eu gosto de mais dessa loção, e hoje mesmo no mercado livre os preços caíram bem, mas eu comprei a primeira aqui e o resto pelo Ebay, e tenho dessa loção para alguns anos.

Deixe sua comentário ou sua dúvida, lhe responderemos com o maior prazer.

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

BarbeandoCast Episódio 8 – Barbeadores pente aberto x pente fechado

Amigos e seguidores, demoramos mas cá estamos com mais um barbeandoCast, o tema deste podcast, são os barbeadores pente aberto (open comb) X pente fechado(closed comb).

Lembrando que você pode baixar ou ouvir no seu celular, com seu app de podcast favorito, basta adicionar nosso Feed.

http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

Mas você pode ouvir aqui mesmo

Imagem abaixo ilustra um cabeçal Open Comb

de-razor-claw

Imagem abaixo ilustra um cabeçal Closed Comb

de-razor-hammerhead

Deixe sua comentário ou sua dúvida, lhe responderemos com o maior prazer.

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml

Pincéis Semogue e suas caracteristicas – primeira parte.

Se você esta nesse hobby de fazer barba e não conhece, ou nunca ouviu falar da Semogue, então passou da hora de você ter um pincel dessa marca.

Semogue é uma marca Portuguesa de pincéis de barbear, são feitos artesanalmente, e distribuídos pelo mundo todo, os youtubers que filmam seu barbear, em algum momento usam um Semogue, e a marca é sempre muito elogiada.

Esse post é um guia, visa mostrar as características técnicas de cada um como, tipo do pelo, altura do nó, e etc.

Primeiro vamos falar dos pelos utilizados, são pelos de javali, a grosso modo, pelos de porco, você acha esses pinceis com a descrição “pincel de cerdas” as tais cerdas são os pelos do javali,  também utilizam pelos de Texugo, mas nesse post vamos focar nos pincéis de pelo de porco.

A tabela abaixo tem os pincéis em produção (coluna Brush) o tipo de cabo (coluna handle) e o tipo do pelo utilizado no nó (coluna Kont)

Semogue brushes

Cabos ou Handle – a coluna do meio mostra o material de que é feito o cabo, a Semogue utiliza 3 tipos, madeira natural (sem pintura apenas um adesivo), madeira pintada(pintada e laqueada) e acrílico. Todos são muito bem feitos e muito bonitos, nos trazem um “ar retrô” bem bacana.

Pelos – são de alta qualidade, Aqui está uma lista dos diferentes tipos de pelos que a Semogue atualmente usa para fazer esses maravilhosos pinceis, na sequencia do melhor para o pior pelo.

E o que significa essa percentagem da tabela? É a garantia da Semogue daquela quantidade de pelos, por exemplo,  o modelo 830 possui no minimo 90% de cerdas Premium.

  1. Premium 90% tops
  2. Best 90% tops
  3. Extra 75% tops
  4. Super 70% tops
  5. Special Grade 90% tops

Neste post vamos expor os pinceis que possuem cerdas do tipo Premium, este pelo aparece no famosíssimo 1305, o mesmo nó é utilizado no maravilho 830 que usa cabo de acrílico, ambos pincéis tem uma faixa tingida, mas no Semogue 2000 o nó não tem essa faixa e possui uma mistura de outros tipos de pelos.

Cerdas Premium top 90%

Semogue 1305

Diametro do nó – 22mm
Altura do nó – 55mm
Cabo – madeira pintada

1305


Semogue 830

Diametro do nó – 22mm
Altura do nó – 55mm
Cabo – 44mm acrílico


Semogue 2000

Diametro do nó – 22mm
Altura do nó – 60mm
Cabo – madeira natural


Semogue 1800

Diametro do nó – 22mm
Altura do nó – 60mm
Cabo – madeira natural

Capturar

Eis um vídeo que mostra a fabrica desses famosos e maravilhosos pincéis.

Não deixem de seguir o blog para acompanharem as proximas partes.

Um abraço.

Clique no link e receba nossas atualizações !!!
Subscribe to BarbeandoCast by Email
Ouçam nosso podcast, clique no feed e abra no app favorito
http://barbeandocast.podomatic.com/rss2.xml