Blackbird Razor primeiras impressões

Como já diz o título, são apenas as primeiras impressões a respeito desse barbeador fantástico, posteriormente irei fazer escrever um artigo mais completo, quando minha experiência com ele for mais sólida.

Até o dia deste post foram 5 barbeares, utilizando a seguinte sequência de lâminas.

Polsilver: Uma das melhores do mundo muito equilibrada

Derby: intermediária, não muito afiada, mas muito suave

Treet Carbon: intermediária, mediana no fio e na suavidade

Gillette 7’O Clock Permasharp Staineless Indiana, compativel com Polsilver

Feather: Muito afiada e suavidade mediana

Resumindo tive barbeares excelentes com quase todas as laminas, exceto a Treet, esta foi a que menos agradou, e o melhor “casamento” para meu espanto foi com Feather, justamente uma lâmina que nunca me agradou muito, mas na Blackbird formou um conjunto incrivelmente eficaz, posso dizer com segurança, foi o melhor barbear da minha vida de wetshaver.

A Blackbird close comb (pente fechado) não é um barbeador agressivo, em uma escala de 0 a 10 eu o coloco em 5, mas o sistema que prende e força a lamina deixando ela no ângulo correto é o trunfo desse barbeador, quem desenhou esse sistema chegou a um sistema quase perfeito, nós wetshavers sabemos que quanto mais a lamina vibra menor é sua efetividade, e na Blackbird essa vibração é a menor que já senti em um barbeador. O feedback auditivo está lá, escuto a lamina, mesmo com uma vibração mínima, mas a eficiência no barbear é impressionante.

Continuo com o mesmo procedimento de 3 passadas mais retoques, e no final o barbear é assustador, ao lavar o rosto pela primeira vez ao fim do barbear, me assustei, era um liso absoluto.

Super bem construído em aço inoxidável, e com um ótimo equilíbrio este passou a ser meu melhor barbeador, quando eu considerar que a curva de aprendizado terminou, deixarei aqui no blog um review com mais informações, como preço, peso, links e etc.

Abraço a todos.

https://www.blacklandrazors.com/shop/

Clique no link abaixo e receba nossas atualizações !!!
 Subscribe to BarbeandoCast by Email

Balm X Splash …

Todo wetshaver que se preze tem em sua rotina de barbear um pós-barba. Ele é importante para amenizar a agressão à pele ocorrida durante o barbear. E a pergunta que fica é: balm, splash ou os dois?

Depois de muitos testes e conversas com amigos do wetshaving, a conclusão é simples. É uma decisão pessoal de cada um.

No entanto, os motivos para essa escolha são muito parecidos e nos trazem alguns padrões.

FRIO X CALOR

A temperatura de onde você está é sim um fator considerado para a escolha. Em locais quentes, as pessoas possuem uma preferência aos splashes, já que, além de evaporar rápido por causa do álcool, não deixam a pele mais oleosa. Em locais frios, o balm traz uma proteção extra ao barbear.

PELE OLEOSA X PELE SECA

Pessoas com pele muito oleosa queixam-se mais dos balms, visto que se a quantodade utilizada não for a adequada, você corre um grande risco de ficar grudando o dia todo.

Álcool X Sem álcool 

A maior parte dos splashes possuem álcool, ou seja, se você possui pele sensível, não vai dar certo. Muitas vezes a sensibilidade não é do álcool, mas do nível de agressão durante o barbear. Quando iniciei no hobbie, acreditava que o álcool irritava, mas depois percebi que o problema estava na pressão realizada com o barbeador.

Os balms não possuem, em sua grande maioria, Álcool em sua composição, o que o torna uma boa pedida para quem realmente possui sensibilidade ao álcool.

SPLASH E BALM

Sou uma das pessoas que ao longo do tempo adquiriu o hábito de utilizar os dois em minha rotina. Ao contrário de muitos, a inclusão do balm, com moderação, só trouxe benefícios para o meu barbear. Costumo aplicar o splash e depois de pouco tempo finalizar com o balm.

Independente da escolha, adicionar um pós-barba é essencial para a recuperação e hidratação da pele, e sem dúvida não deve ser descartado.

 Clique no link e receba nossas atualizações
Subscribe to BarbeandoCast by Email

BarbeandoCast – Episódio 2

Amigos e seguidores cá estamos nós novamente com o Podcast, o sucesso foi tamanho que já resolvemos fazer outro em seguida, e foi recorde de participações! Uma galera muito disposta a dar sua opinião e com qualidade. Desta vez o assunto foi sugerido por um de nossos membros mais ilustres, @claudiobport .

Sabões X Cremes as preferencias e duvidas sobre esse tema!

Você que segue nosso blog pode participar também esse é o link do nosso grupo do Telegran onde gravamos o podcast

https://t.me/joinchat/DgVlJ0RhCyyZ676huh1eVg

Deixe sua sugestão de assunto nos comentários!

Abraços

Clique no link e receba nossas atualizações
Subscribe to BarbeandoCast by Email

BarbeandoCast – Episódio 1

Galera chegou aqui no nosso blog mais uma mídia de discussão do Wetshavig, o Podcast e pra começar com chave de ouro temos a participação de muitos amigos! O primeiro assunto foi sugerido pelo @mriedi, parabéns a todos pelo excelente material e pela ótima discussão!

Barbeadores vintage x Barbeadores modernos

Você que segue nosso blog pode participar também esse é o link do nosso grupo do Telegran onde gravamos o podcast

https://t.me/joinchat/DgVlJ0RhCyyZ676huh1eVg

Deixe sua sugestão de assunto nos comentários!

Abraços

 Clique no link e receba nossas atualizações
Subscribe to BarbeandoCast by Email

Anúncio de Parceria!

Boa noite, Senhores e possíveis Senhoras.

Nós, da equipe do Barbeando Blog, estamos sempre buscando novos conteúdos e informações que possam ser úteis para todos os amantes do barbear tradicional e, também, aos leitores que precisam fazer a barba, independente do método. Sempre bom lembrar: as informações disponibilizadas aqui não são restritas e não excluem quaisquer indivíduos que optem por outros métodos para barbear-se.

Então, com grande alegria, informamos a parceria entre o Barbeando Blog e o muito conhecido por todos “Sharpologist”, ou Mantic 59’s.

Nosso objetivo é a transmissão e divulgação de conteúdos interessantes, variados e, tendo em vista que nem todos os nossos leitores sentem-se confortáveis com a leitura em língua inglesa, eu, Frederico, propus ao Mantic a introdução no nosso blog de posts traduzidos a partir do blog dele.

Simples, todos os posts serão marcados, os créditos serão todos dados a ele e, ao fim de cada post, constará o link para a postagem original. As traduções serão feitas por mim e os posts serão selecionados pela equipe editorial do blog.

 

Sendo assim.

Aguardem, pois espero que a novidade agrade a todos.

Forte abraço e bons barbeares.

Aos que não conhecem, seque o link:

http://sharpologist.com/