INICIANDO O BARBEAR COM NAVALHAS

No final do ano passado acabei adquirindo uma navalha C.V. Heljestrand Eskiltuna M***k, N° 31 que apesar de estar em bom estado precisava passar por afiação e limpeza.

Quando comecei a ler sobre o uso de navalhas e descobri que seria necessário ter strop e futuramente pedras de afiação para manutenção do fio da navalha acabei ficando desmotivado e anunciei essa navalha para ser vendida ou trocada.

Passado os meses sem surgir interessados em negociar a navalha acabei ficando em dúvida sobre o que fazer com ela, foi quando em conversas com o amigo Elson acabei ficando novamente instigado a testar o uso de navalhas e enviei para ele fazer uma limpeza e afiação.

Esse era o estado da navalha antes de passar pelos cuidados do @carvalhosilva1 (Elson)

A navalha retornou assim:

Ver essa navalha limpa e afiada e deixou imensamente feliz pelo seu estado e me programei para fazer o primeiro teste com ela em um dia com calma.

Como nunca sequer tinha usado navalhete tudo era novidade e iniciei meu primeiro barbear em uma manhã tranqüila e com certa apreensão diante do desconhecido, mas que rapidamente foi dissipada nas primeiras passadas que se mostraram muito eficientes e seguras.

Segui o barbear até terminar a primeira passada a favor dos pelos, acabei empolgando e tentei fazer a passada contra que não seria recomendado para novatos como o meu caso, mas que com o devido cuidado consegui realizar com êxito.

Terminado o primeiro barbear observei ter cometido algumas falhas por imperícia que causaram alguns arranhões no rosto, mas ao longo do dia notei que não tinha nenhum tipo de irritação na pele.

No dia seguinte decidi tentar novamente a me barbear com a navalha e os resultados foram ainda melhores, sendo que a partir do terceiro barbear seguido já não cometi os pequenos erros que cometi nos dois primeiros e tive um resultado impressionante o que me levou a prosseguir essa saga quase que diariamente.

Desde o primeiro contato com navalhas há quase um mês atrás só tenho utilizado navalhas e posso dizer que fico sempre muito satisfeito com os resultados, já que com o pouco de técnica que consegui em apenas 2 passadas tenho um BBS sem nenhuma irritação ou mesmo cortes.

Para aqueles que tem a mesma dúvida que eu tinha antes de testar navalhas digo que não dá o trabalho que eu imaginava, muito menos exige um arsenal de acessórios em um primeiro momento, bastando ter um bom strop já conseguirá manter o fio por um tempo considerável antes de partir para adquirir uma nova navalha ou mesmo pedras.

 Clique no link e receba nossas atualizações
<a href=”https://feedburner.google.com/fb/a/mailverify?uri=Barbeandoblog&amp;loc=en_US”>Subscribe to BarbeandoCast by Email</a>

13 comentários em “INICIANDO O BARBEAR COM NAVALHAS”

    1. Jabnogueira nunca usei navalhete, mas todos os que já testaram ambos e tive a oportunidade de conversar falam que a navalha é melhor por ser mais segura.
      O comparativo que tenho é apenas dos usos da navalha x barba feita com navalhete em barbearia, e acho totalmente diferentes sendo a nalhava muito mais agradável e sem irritação.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s